Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » TROCA DE FARPAS

Sampaoli cutuca Athletico em coletiva: "O desenvolvimento do Santos foi superior"

O Peixe empatou em 1 a 1, em casa, com pênalti polêmico

SportBuzz DIGITAL Publicado em 08/09/2019, às 19h20

Jorge Sampaoli
Jorge Sampaoli - Getty Images

Após arrancar um empate no final da partida, diante da sua torcida, o Santos viu o líder Flamengo se isolar na tabela com dois pontos de diferença. O Peixe encarou o Athletico em partida polêmica marcada por VAR e expulsão da comissão técnica. Os quase 13 mil torcedores viram Sánchez marcar, de pênalti, nos acréscimos do segundo tempo, e igualar o placar com os reservas paranaenses. O gol do Furacão foi marcado por Brian Romero.

O time visitante saiu na frente aos 42 da primeira etapa. O técnico do Furacão, Tiago Nunes, provocou Sampaoli e o Santos com "Aqui não" e "Você é louco". Na coletiva de imprensa, o comandante santista respondeu as provocações e ainda atribuiu o desempenho do Santos pela falta de alguns de seus principais jogadores. 

"O desenvolvimento do Santos foi superior, mas não encontramos a vitória que buscamos durante os 90 minutos. Hoje fui algo muito especial, porque faltaram todos os selecionáveis, Ferraz suspenso, Evandro titular durante toda a semana e sentiu no treino. Tinha de solucionar com o que tenho e tentamos a melhor opção. Depois, com o jogo incômodo, tentamos buscar variações para ser ofensivos, jogamos com dois 9, algo que não fazemos muito. Tentamos aproveitar as características diante do que tem pela frente. Será assim contra o Flamengo e outros. É buscar o time possível, quando não tem jogadores e se adequar da maneira que dá", falou. 

No pós jogo, Sampaoli demonstrou-se incomodado com o estilo de jogo do Athletico, afirmando "que apenas uma equipe queria vencer". Na entrevista ele foi categórico e não deixou barato.  

"Acredito que o jogo teve um time buscando desde o início e outro que tentou travar o jogo. Só um time quis jogar. O outro não. Tem que ter a possibilidade e a contundência que tivemos. Houve um pênalti claro no Marinho. Tivemos muitas chances de gol nos primeiros 15 minutos e não aproveitamos. Depois o jogo foi se demorando. Ao redor de 50 ou 60 caídas e espera. Jogo muito cortado. Difícil. O espetáculo fica enrolado nesse tipo de paralisação. Nós quisemos jogar a partida, mas não pudemos porque o jogo foi muito parado", afirmou. 

No duelo do próximo domingo, 15, contra o Flamengo, em briga direta pela liderança, Sampaoli e o lateral Pará estão esperançosos, apesar de lamentarem o empate de hoje. 

"Tem um jogo difícil contra o Flamengo, mas temos total condição de ir no Maracanã e buscar o resultado que não conseguimos hoje", disse o defensor. 

Reprodução/Twitter

 

Reprodução/Twitter

 

Com o empate, o Santos permanece na vice-liderança e soma um ponto importante para não deixar o Flamengo disparar no Brasileirão, estabelecendo 37 pontos, dois a menos do Fla. O Furacão soma 26 pontos e fica na décima colocação. 

Com a cabeça na decisão da Copa do Brasil, o Athletico enfrenta o Inter no jogo de ida, na Arena da Baixada, na quarta-feira. O Santos enfrenta o líder Flamengo em disputa direta pela liderança do Brasilierão no próximo, no Maracanã. 

 

 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!