Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » SELEÇÃO BRASILEIRA

Romário faz duras críticas à CBF após amistoso: "Tiram os melhores jogadores dos clubes brasileiros pra deixá-los na reserva"

Baixinho detonou a entidade e a acusou de querer lucrar em cima das partidas

Mariana Millan Publicado em 10/10/2019, às 14h09

Romário detona Seleção Brasileira e CBF após amistoso
Romário detona Seleção Brasileira e CBF após amistoso - Getty Images

Nesta quinta-feira, 10, Brasil enfrentou o Senegal no primeiro amistoso desta data Fifa de outubro

Roberto Firmino abriu o placar para a seleção aos 9 minutos do primeiro tempo. Sem dar espaço, Senegal não desaminou e conquistou o empate nos acréscimos, com gol de Famara Diedhiou.

No segundo tempo, as duas equipes criaram oportunidades de gol, mas sem nenhum finalização. O jogo acabou em 1 a 1. 

Após a partida, as redes sociais foram bombardeadas de críticas à Seleção e Romário, ex-jogador, não ficou de fora dessa. 

Sem mencionar o elenco, o Baixinho focou na CBF e detonou a entidade.

"Quantos torcedores devem ter neste jogo do Brasil? 5 mil? Vergonha! Cadê a alma da Seleção Brasileira? O que foi feito do sentimento do torcedor brasileiro? Para que servem partidas como essa? Para atingir meta? Para enganar quem? Pelé fez mais de 1.000 gols!", disparou ele.

Sem papas na língua, Romário ainda falou sobre a escalação de jogadores importantes que atuam no Campeonato Brasileiro. 

"Ainda tiram os melhores jogadores dos clubes brasileiros pra deixá-los na reserva", alfinetou ele. 

O Estádio Nacional de Singapura, local em foi realizado o amistoso, tem capacidade para 55 mil pessoas, mas, por conta dos altos preços dos ingressos, apenas 20 mil pessoas assistiram ao jogo lá. 

PRÓXIMOS COMPROMISSOS DA SELEÇÃO

O Brasil agora se prepara para enfrentar a Nigéria, no domingo, 13, às 9h (horário de Brasília).

Em seguida, os próximos compromissos da Seleção Brasileira serão na data FIFA de novembro. Mais uma vez, o Brasil irá jogar longe de casa. O primeiro jogo será contra a Argentina, no dia 15. O segundo encontro deve ser contra a Coréia do Sul, no dia 19, já que o amistoso ainda não foi selado. As partidas acontecem na Arábia Saudita e nos Emirados Árabes, respectivamente. 

A CBF vem enfrentando problemas com a empresa que organiza os amistosos do time de Tite. O próprio treinador criticou a Pitch em dois momentos. No jogo contra o Peru, reclamou bastante do estado do gramado em Los Angeles. E antes da partida contra Senegal, voltou a citar o problema com o reconhecimento do campo de jogo, em Singapura, para a partida desta quinta-feira, 10.

O coordenador da seleção, Juninho Paulista, é quem comanda a organização dos jogos com a empresa. O Brasil é sempre muito criticado pela falta departidas  em casa e, até o final deste ano, não deve atuar novamente no país do futebol.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!