Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICADO

Rogério Ceni se manifesta após chilique de Pedro no jogo contra o Fortaleza: "Cena lamentável. Acho feio"

Pedro não gostou nadinha de Rogério Ceni ter feito a substituição no Flamengo no momento em que a equipe ganhava do Fortaleza

Redação Publicado em 24/06/2021, às 07h00

Pedro chateado no banco de reservas da partida entre Flamengo e Fortaleza após substituição de Rogério Ceni - Transmissão Premiere
Pedro chateado no banco de reservas da partida entre Flamengo e Fortaleza após substituição de Rogério Ceni - Transmissão Premiere

Pelo que parece, reagir de forma irritada, e dar um chilique em campo passou a ser comum para os jogadores do Flamengo que são substituídos por Rogério Ceni nas partidas. Depois de viver o mesmo com Gerson e Gabigol, foi a vez de Pedro reclamar na partida contra o Fortaleza.

Nesta quarta-feira, 23, durante a vitória por 2 a 1 do Flamengo diante do Fortaleza, no Maracanã, Rogério Ceni realizou a substituição de Pedro para dar lugar a Rodrigo Muniz, mas o jogador não gostou nada disso, e reclamou bastante, provocando a reação do técnico.

Em entrevista coletiva depois da partida, Rogério Ceni disse não ter gostado da atitude de Pedro, e citou que ele teve a oportunidade de ser titular mesmo com a boa performance de Rodrigo Muniz no período em que o atacante se recuperava do coronavírus. 

"Fico triste. Acho desrespeitoso não só comigo, mas com o atleta que vai entrar. Não é da característica do Pedro, que é bom menino. Acho que essa coisa de seleção mexe com a cabeça do garoto. Acho uma cena lamentável, que não cabe mais no futebol", disse antes de completar.

"Você vê que ele voltou de Covid, o Muniz fez dois gols no jogo passado e ele teve a oportunidade de continuar jogando. Acho feio, mas entendo que a cabeça dele pode estar embaralhada com essa situação de seleção", concluiu.

Saindo de campo aos 20 minutos do segundo tempo, Pedro, ainda dentro das quatro linhas, chutou o gramado já se mostrando bem irritado. Na chegada ao banco de reservas, deu um soco na cadeira, e um chute em um copo d´água, além de retirar a caneleira, e jogá-la longe.

A cena, e a situação lembram bem a situação que aconteceu no Brasileirão de 2020, envolvendo Pedro, Gabigol e Rogério Ceni. Na oportunidade, o atacante saiu para dar lugar justamente a Pedro, e também não gostou em nada de não terminar a partida.

Na época, o camisa 9 não gostou da substituição, e Rogério disse ainda no campo que era criancice do jogador, reprovando a sua atitude.

"Acho que nenhum jogador gosta de ser substituído. Vejo pelo outro lado... Esses dias me perguntaram sobre o número e gols que o Flamengo perdeu, mas eu vejo o número de chances que o Flamengo criou. Cada um tem um comportamento e age de uma maneira", disse o treinador sobre o antigo caso.

Assim como seus companheiros, há mais ou menos um mês, ao ser substituído contra o Vélez, pela Libertadores, Gerson teve a mesma atitude, assim como Gabigol, que questionou sua saída diante do Volta Redonda, no vestiário, pela semifinal do Carioca.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!