Sportbuzz
Testeira
Futebol / BRASILEIRÃO

Roger Machado vê Fluminense ‘premiado’ por segundo tempo contra o Flamengo

Técnico reconhece primeiro tempo ruim, mas destaca reação do time na segunda etapa do clássico

Redação Publicado em 05/07/2021, às 08h50 - Atualizado às 08h51

Roger Machado vê Fluminense ‘premiado’ por segundo tempo contra o Flamengo - YouTube
Roger Machado vê Fluminense ‘premiado’ por segundo tempo contra o Flamengo - YouTube

O Fluminense venceu o Flamengo por 1 a 0 neste domingo, 5, e se recuperou no Campeonato Brasileiro. Após a vitória, o técnico Roger Machado avaliou a partida do Tricolor. Para ele, o time fez um primeiro tempo abaixo do esperado, mas mudou a postura na segunda etapa para confirmar a vitória.

“Nunca se faz uma programação para dar o controle do jogo para o adversário. O que a gente por vezes faz é tentar buscar uma jogada de velocidade nas costas. No primeiro tempo, a gente usou muito pouco o Cazares para controlar o jogo, e devolvemos a bola com velocidade para o Flamengo. No segundo tempo, com as substituições, a gente passou a empurrar, a fazer o Flamengo se preocupar com suas costas, criamos oportunidades na individualidade do Luiz Henrique, do Biel, do Lucca... E fomos premiados com o segundo tempo superior ao adversário com respeito às oportunidades geradas”, avaliou Roger.

O técnico ainda destacou a vitória no clássico para retomar a confiança da equipe. No jogo anterior ao Fla-Flu, o Tricolor foi goleado por 4 a 1 pelo Athletico-PR, e Roger Machado havia falado da pressão de uma derrota antes de um clássico.

“Vitória num clássico importante, numa semana bastante tensa em função do último jogo, mas que prova que esse grupo reage bem a esses momentos e recoloca as coisas nos trilhos num momento importante”, continuou o técnico.

O Fluminense fez um primeiro tempo ruim, mas se recuperou na segunda etapa e buscou a vitória nos acréscimos. A melhora do time de Roger Machado se deu após substituições, e Nenê, Kayky, Luiz Henrique e André participaram do gol.

“Eu me movimento com o que está acontecendo no jogo. A intenção de muitas vezes não trocar no intervalo, quando o placar está zerado, é acreditar que com a conversa vai voltar diferente. A partir do momento que isso não acontece, vamos para as substituições. Nunca pensando na estrutura, a estrutura se altera e pode ser alterada com a mexida de características das posições, o que aconteceu hoje. Ao colocar o Lucca na frente, que é um jogador de velocidade, fiquei com a mesma estrutura, mas mudei a característica”, disse o treinador.

O Fluminense volta a campo na próxima quarta-feira, 7, às 21h30 (de Brasília), contra o Ceará, em São Januário. Com a vitória sobre o Flamengo, o Tricolor chegou aos 13 pontos e ultrapassou o rival, que vem logo atrás e com um ponto a menos.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!