Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » COMPLICOU!

Rodrygo não vai poder atuar pelo Real Madrid no clássico contra o Barcelona; entenda o caso

Federação Espanhola de Futebol negou o pedido para que o atleta tivesse suspensão anulada

Lucas Miluzzi Publicado em 26/02/2020, às 14h22 - Atualizado às 15h01

Rodrygo em ação com a camisa do Real Madrid
Rodrygo em ação com a camisa do Real Madrid - GettyImages

O atacante Rodrygo não vai poder ficar á disposição de Zinedine Zidane para o confronto decisivo diante do Barcelona no próximo domingo, 1, de março.

O jogador, que acabou sendo expulso depois de marcar um gol pelo Real Madrid Castilla, não vai poder atuar em um dos clássicos mais importantes dos últimos anos.

A equipe Merengue fez um pedido oficial para a Federação Eapanhola de Futebol pedindo para que sua suspensão fosse anulada. No entanto, o pedido foi negado e o jogador vai ficar fora da partida. 

Vale lembrar que no Campeonato Espanhol, as expulsões contam independentemente da divisão pela qual o atleta está atuando. Ou seja, por mais que ele tenha sido expulso em um jogo da segunda divisão, a suspensão tem que ser cumprida mesmo que em uma divisão diferente. 

O clássico entre Real Madrid e Barcelona vai acontecer no próximo domingo, 1, no Santiago Bernabeú, pelo Campeonato Espanhol. Os rivais catalães estão dois pontos na frente e os madrilenhos precisam vencer para retomar a liderança nessa etapa final da competição.  

Relembre a expulsão e a polêmica 

A partida entre San Sebastián de los Reyes e Real Madrid Castilla, o time B do clube merengue, rendeu mais do que os bons lances e os dois gols. Um lance envolvendo o atacante Rodrygo e o goleiro Xabi Irureta chamou a atenção.

O goleiro questionou a atitude do brasileiro por não ter jogado a bola para fora depois de perceber que um rival estava machucado no gramado. Rodrygo reagiu sem palavras e comemorou na cara do goleiro, como forma de provação.

Em entrevista a rádio Cadena SER, Irureta esclareceu o acontecido.

"A jogada começa com uma cotovelada involuntária e é quando eles recuperam a bola, e Rodrygo vem ao gol e marca. Perguntei para ele como não tinha visto a cotovelada, que todos nós vimos e porque havia seguido em vez de jogar a bola para fora", contou.

“Ele reagiu um pouco... como um menino, eu diria. Tem que aprender muitas coisas sobre o respeito. Não disse nada mal e reagiu assim”, completou.

Após a provocação, Rodrygo recebeu seu segundo cartão amarelo e consequentemente, o vermelho. Assim, pelas regras da La Liga, o atacante está suspenso do próximo jogo, tanto pelo time B como pelo principal. Dessa forma, o técnico Zidane não poderá escalar o atleta para o clássico diante do Barcelona.

Na súmula, o árbitro relatou que o brasileiro recebeu o cartão amarelo por “encarar um adversário sem chegar ao insulto nem a ameaça”. Apesar da provocação, o goleiro não se preocupou, só ficou irritado por Rodrygo não ter adotado o fair play e ter jogado a bola para fora de campo ao ver o adversário caído.

"Todos vimos claramente a cotovelada. O primeiro que tinha que ter parado o jogo era o árbitro, e eu disse isso para ele. Mas enfim, já que ele não fez isso, o jogador teria que ter parado", contou.

“Ele (Rodrygo) não me disse nada, foi mais pelo gesto. O árbitro disse que ele não podia fazer isso. Eu não me importei com o gesto. Foi uma atitude infantil”, completou o goleiro.

Agora, o clube Merengue tenta um recurso no Comitê de Apelação da Federação Espanhola para anular um dos amarelos de Rodrygo no jogo pelo Castilla. Dessa forma, conseguiria a liberação  para que Rodrygo atuasse na partida do próximo domingo, 1, no Santiago Bernabéu.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!