Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » FUTEBOL ESPANHOL

Rivaldo acredita que Barcelona errou em não vender Lionel Messi

Ex-jogador vê erro na diretoria do clube em possibilitar que camisa 10 saia sem custos

Redação Publicado em 29/01/2021, às 12h46

Rivaldo acredita que Barcelona errou em não vender Lionel Messi
Rivaldo acredita que Barcelona errou em não vender Lionel Messi - GettyImages

A eventual saída de Lionel Messi, no meio do ano, segue como uma das principais preocupações no Barcelona. O clube catalão enfrenta uma crise financeira e ainda precisa garantir a permanência do camisa 10. Para Rivaldo, o Barça errou ao não vender o jogador na última temporada. Com contrato até junho de 2021, o craque argentino pode deixar o clube a custo zero no meio do ano.

O Barcelona já não passava por uma boa fase financeiramente antes da pandemia, porém, isso se agravou fortemente no último ano, e agora, além da quase inevitável saída de Lionel Messi a custo zero, o clube poderá precisar vender mais jogadores importantes. A diretoria do clube errou ao não vender Messi enquanto tinha contrato, algo que o Real Madrid precaveu bem no caso do Cristiano Ronaldo”, disse Rivaldo, à “Betfair”.

“Olhando para outras vendas que podem acabar acontecendo, me parece que Philippe Coutinho pode acabar saindo, pois tem mercado na Inglaterra e talvez o Barcelona ainda possa oferecer uma boa quantia por ele, mantendo assim Dembélé ou Griezmann para a próxima temporada. O jogador brasileiro nunca conseguiu se firmar verdadeiramente no clube, e como brilhou na Premier League, com certeza terá interessados dispostos a pagar uma quantia considerável, embora longe daquilo que o Barcelona pagou por ele”, continuou.

Após o vexame na Liga dos Campeões, na derrota por 8 a 2 para o Bayern de Munique, Messi manifestou seu desejo de sair do Barcelona e se apoiou em uma cláusula em seu contrato. O então presidente Josep Maria Bartomeu travou uma batalha e garantiu a permanência do camisa 10 sem precisar levar a decisão à Justiça.

“É evidente que a atual direção do clube cometeu alguns erros durante sua presidência, porém a Covid-19 agravaria isso a um nível realmente preocupante. No início dos anos 2000, o Milan também passou por uma grave crise e ainda hoje briga para retornar ao topo do futebol europeu, então eu espero que o novo presidente eleito possa dar a volta por cima rapidamente, tomando as decisões certas em termos de contratações e patrocínios, para impedir que o Barcelona possa cair em algo similar”, completou.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!