Sportbuzz
Testeira
Futebol / BRASILEIRÃO!

Renato Gaúcho rasga elogios a árbitro de Flamengo x Bahia: "Se toda arbitragem fosse assim"

Renato Gaúcho disse que Vinícius Gonçalves teve uma atuação impecável, mas que até então não tinha visto o lance que originou o polêmico pênalti para o Flamengo

Redação Publicado em 12/11/2021, às 06h57

Renato Gaúcho, treinador do Flamengo - GettyImages
Renato Gaúcho, treinador do Flamengo - GettyImages

O Flamengo está novamente envolvido em polêmica com a arbitragem do Brasileirão, mas diferentemente das últimas, o Rubro-Negro foi beneficiado pela visão do árbitro Vinícius Gonçalves na noite desta quinta-feira, 11, na partida contra o Bahia, no Maracanã, que terminou em 3 a 0 para os donos da casa, e foi elogiado por Renato Gaúcho.

Depois da boa vitória em busca ao líder da competição, Renato Gaúcho concedeu entrevista coletiva, e além de falar do 100° gol de Gabigol com a camisa Rubro-Negra, o treinador também separou um bom tempo da conversa para falar sobre a atuação da arbitragem, que para ele, merece ser reconhecida.

"Na minha opinião, o Vinícius Gonçalves teve uma excelente atuação. E vou falar por que. No pênalti, eu não vi o lance ainda, mas ele teve a convicção de marcar na hora. Depois, para tirar qualquer dúvida, ele foi no VAR. Ali tu não pode ter dúvidas, você vê todos os ângulos, vê se foi pênalti ou não. Ele continuou com a convicção dele, viu e deu o pênalti. As expulsões, no meu entender, foram justas. Falei com o Diego, ele falou que realmente ficou aborrecido", disse o treinador antes de completar.

"Os outros gols foram jogadas normais. Não é porque o Flamengo venceu (que estou falando isso), não. Não quero ser beneficiado. Mas, hoje, o árbitro teve a convicção do pênalti na hora e teve tempo de ir no VAR, teve a convicção do lance. Ainda não vi o lance, nem tomei banho ainda, estou corrido. Mas acho engraçado que, lá em Chapecó, ninguém chamou o árbitro para ver se foi pênalti no Gabriel ou não, aí poderia ter tirado a dúvida. Lá ninguém chamou ele, foi um pênalti legítimo, o goleiro tinha que ser expulso. Hoje ele teve a convicção, foi no VAR, tirou a dúvida e marcou o pênalti. Ele foi bem. Depois disse para ele: se toda arbitragem fosse assim, o Campeonato Brasileiro seria diferente", concluiu.

Inclusive, tão impressionado com a forma como Vinícius Gonçalves conduziu a partida, Renato ainda contou que ao apito final, foi até o árbitro e o elogiou.

"No momento em que um jogador meu comete pênalti, tem que ser expulso. Dá o pênalti, mas tem que dar na minha área como tem que dar na área do adversário. O árbitro não tem que escolher jogo para dar, tem que seguir a regra, o protocolo. Hoje estou elogiando o árbitro porque ele teve uma grande atuação. Ponto final", contou o comandante.

Além da arbitragem polêmica, o triunfo sobre o Bahia foi marcado pelo centésimo gol de Gabigol, que abriu o placar da partida cobrando pênalti no intervalo. Renato Gaúcho, que já distribuiu elogios ao jogador, novamente cobriu seu camisa 9 de boas palavras na coletiva.

"Ele está na galeria dos grandes jogadores que atuaram com a camisa do Flamengo. Ele é um jogador em destaque. É o centésimo gol dele, merecidamente porque ele faz muitos gols, fez gol inclusive na final da Libertadores. Tem conquistado títulos, como outros jogadores também já fizeram isso. Hoje, ele está nessa galeria. Mas não podemos esquecer dos jogadores do passado que também estão nessa galeria. Para a felicidade dele, ele está se juntando aos inúmeros jogadores que vestiram essa camisa e fizeram história no Flamengo", finalizou.

Agora, o Flamengo tem um novo desafio pela frente antes de chegar até a final da Libertadores, dia 27 de novembro, contra o Palmeiras no Uruguai. A equipe volta a campo pelo Brasileirão neste domingo, 14, para enfrentar o São Paulo, às 16h (horário de Brasília), no Morumbi.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!