Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » CRAQUES ESTRANGEIROS

Relembre os oito melhores gringos que já jogaram no futebol gaúcho

Pondo um fim às nossas listas com os melhores jogadores estrangeiros que já atuaram no país, hoje trazemos os clubes do Rio Grande do Sul

Lucas Cesare Publicado em 29/04/2021, às 17h37 - Atualizado às 20h12

Barcos, D'Alessandro e Kannemann são três jogadores estrangeiros que brilharam pelo futebol gaúcho
Barcos, D'Alessandro e Kannemann são três jogadores estrangeiros que brilharam pelo futebol gaúcho - Getty Images

O futebol brasileiro, desde sempre, foi marcado pela presença de talentosos jogadores de diferentes partes do mundo. Atletas que têm excelentes passagens, ganham troféus e deixam muitas saudades em seus respectivos clubes.

A maioria dos craques estrangeiros que vem arriscar uma carreira no futebol brasileiro são provenientes de países latinos, como Argentina, Uruguai, Paraguai, entre outros.

Hoje, lembraremos os nomes de oito gringos que atuaram pelos principais clubes do estado do Rio Grande do Sul (Grêmio e Internacional). Para isso, foi levado em consideração a relevância do jogador para o time e os títulos ganhados por ele.

Lembrando que isto não é um ranking de quais jogadores foram os melhores, apenas uma lista com oito grandes nomes e que está em ordem alfabética.

1- Andrés D’Alessandro

O argentino naturalizado brasileiro, Andrés Nicolás D’Alessandro é com certeza um dos maiores ídolos da história do Internacional. Terceiro jogador que mais disputou partidas pelo clube, com 515 jogos, ele, junto com Elías Figueroa, foi o único jogador colorado a conquistar o prêmio de futebolista sul-americano do ano.

O craque jogou durante 12 anos no Inter, onde marcou 95 gols e colecionou troféus, entre eles: sete Campeonatos Gaúchos, uma Libertadores da América, uma Copa Sul-Americana, uma Recopa Sul-Americana e duas Recopas Gaúchas. Hohe em dia joga no Nacional do Uruguai.

D'Alessandro comemorando gol pelo Internacional (Crédito: GettyImages)

 

2- Elías Figueroa

Figueroa é, para muitos, o maior ídolo do Internacional. Considerado o melhor jogador chileno de todos os tempos, foi autor do “gol iluminado”, que deu ao Inter seu primeiro título Brasileiro, em 1975. No ano seguinte, ele ajudaria o clube a conquistar o bicampeonato.

Atuou durante seis anos pelo clube de Porto Alegue, atuando em 336 partidas e marcando 26 gols, sendo, ao lado de Índio, o zagueiro que mais fez gols pelo clube. Por lá, foi hexacampeão gaúcho, bi brasileiro, três vezes seguidas eleito jogador sul-americano do ano (74, 75 e 76) e disputou 17 clássicos Grenal durante sua passagem, tendo perdido apenas um. Além disso, nunca foi expulso ao longo de toda a sua carreira.

3- Francisco Arce

Arce foi um lateral-direito Paraguaio, ídolo do Grêmio e com passagens de grande destaque pelo Palmeiras e pela Seleção Paraguaia. Jogou durante três anos no clube gaúcho, onde colecionou títulos importantes.

Em sua passagem pelo Tricolor conquistou: uma Libertadores da América (1995), uma Copa do Brasil (1997) um Campeonato Brasileiro (1996), uma Recopa Sul-Americana (1996) e um Bicampeonato Gaúcho (95 e 96). Foi eleito durante sete anos seguidos o melhor lateral da América Latina e atualmente é treinador do Cerro Porteño.

Arce atuando pela seleção paraguaia (Crédito: GettyImages)

 

4- Hernán Barcos

Hernán Barcos, o ‘Pirata’, como é conhecido por conta de sua comemoração, jogou no Grêmio durante pouco mais de duas temporadas. Pelo clube, disputou 112 partidas e marcou 45 gols, sendo o estrangeiro que mais vezes balançou as redes pelo Tricolor.

No Brasil, também atuou por Palmeiras e Cruzeiro, onde conquistou duas Copas do Brasil, em 2012 pelos paulistas e em 2018 pelos mineiros. Atualmente joga pelo Alianza Lima, do Peru.

Barcos comemorando gol na época em que era jogador do Grêmio (Crédito: GettyImages)

 

5- Hugo de León

Hugo de León foi um dos zagueiros mais vitoriosos do futebol sul-americano. Jogou pelo Grêmio de 1981 até 1984, onde obteve muitos títulos e campanhas de destaque.

Sagrou-se campeão Brasileiro em 1981, no ano de sua chegada, quando também foi vice-campeão gaúcho. Em 82, duas frustrações, mais um vice gaúcho e dessa vez um vice brasileiro. Porém, em 83, de León se consagrou ao conquistar a Copa Libertadores da América e a Copa Intercontinental. No ano seguinte seria vice da Libertadores também.

6- José Benitez

O goleiro paraguaio fez parte do incrível time colorado lembrado como “o time que nunca perdeu”, pelo título invicto do Campeonato Brasileiro de 1979.

Sua carreira foi interrompida tragicamente por um acidente de jogo, em uma partida amistosa em Alegrete, onde o atacante da equipe local chocou-se com o goleiro em uma disputa, atingindo-o na testa com o joelho. Benitez ficou entre a vida e a morte durante muito tempo. Conseguiu se recuperar, mas o futebol havia terminado para o goleiro naquele fatídico dia.

7- Pablo Guiñazú

O volante argentino defendeu o Internacional de 2007 até 2012, onde participou de diversas conquistas com o clube gaúcho. Por lá, conquistou uma Copa Sul-Americana (2008), uma Libertadores da América (2010), uma Recopa Sul-Americana (2011) e quatro Campeonatos Gaúchos (2008, 2009, 2011 e 2012).

Saiu do Inter para se transferir ao Libertad, em 2013, mas logo foi parar no Vasco, onde jogou por mais dois anos e meio no futebol brasileiro. Guiñazú se aposentou em 2019, com 40 anos, quando defendia o Talleres, da Argentina.

Guiñazú em seu último ano de carreira, atuando pelo Talleres (Crédito: GettyImages)

 

8- Walter Kannemann

Kanneman é o único jogador dessa lista que ainda atua pelo respectivo clube. O zagueiro argentino, no Grêmio desde 2016, faz parte da recente fase vencedora da equipe, onde conquistou uma Copa do Brasil (2016), uma Libertadores da América (2017), uma Recopa Sul-Americana (2018), uma Recopa Gaúcha (2019) e um Tricampeonato Gaúcho (2018, 2019 e 2020).

Junto de seu companheiro de equipe e posição Pedro Geromel, Kannemann compõe uma das melhores duplas de zaga dos últimos anos. O zagueiro tem contrato com o Grêmio até dezembro de 2022.

Walter Kannemann, zagueiro argentino e ídolo do Grêmio (Crédito: GettyImages)

 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!