Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » INDIGNADOS!

Relembre as manifestações que aconteceram dentro de campo contra o racismo

Atletas expressaram sua indignação com os acontecimentos racistas durante as partidas

Izabella Macedo Publicado em 05/06/2020, às 16h38

Relembre as manifestações que aconteceram dentro de campo contra o racismo
Relembre as manifestações que aconteceram dentro de campo contra o racismo - Transmissão LaLiga/Transmissão Bundesliga

A morte de George Floyd causou comoção mundial. A luta contra o racismo, travada a anos, ganhou mais um capítulo depois da forma que o segurança foi abordado por policiais em Mineápolis e morto posteriormente.

Mesmo antes do caso de Floyd, o esporte sempre mostrou estar à frente das lutas sociais e dessa vez não foi diferente. Apesar de Floyd nunca ter tido uma relação íntima com nenhum esporte, seu nome se espalhou pelo planeta e chegou até as modalidades mais famosas.

Atletas, marcas, equipes e até mesmo a FIFA se posicionaram, e se uniram no combate ao racismo. 

O caso envolvendo o segurança negro fez com que outros fossem lembrados, no entanto, esses aconteceram dentro de campo e tiveram reações imediatas dos jogadores.

Por esse motivo, o SportBuzz relembra aqui algumas das manifestações feitas por jogadores dentro de campo contra o racismo. Confira:

Roberto Carlos

Roberto Carlos deixa a partida na Rússia depois de sofrer ataques racistas (Crédito: Transmissão YouTube)

 

Em junho de 2011, o brasileiro Roberto Carlos foi vítima de racismo na Rússia, durante a partida entre Anzhi Makhachkala e Krylia Sovetov.

Assim como o famoso caso envolvendo Daniel Alves, o atleta também foi alvo de uma banana atirada dentro do gramado. 

Como forma de protesto pelo acontecido, Roberto Carlos optou por deixar a partida. Muito irritado com a situação, em sua saída, o jogador fez gestos para a torcida e se mostrou indignado em ter que tomar tal decisão.

"Estou indignado com o comportamento do torcedor que ofendeu não apenas a mim, mas a todos os jogadores presentes. E não apenas os jogadores, mas todo o futebol russo", desabafou o lateral ao Sport-Express na época.

Boateng

Partida do Milan é encerrada após ataques racistas a Boateng (Crédito: Transmissão AC Milan)

 

O amistoso de 2013 entre Milan e Pro Patria pelo Campeonato Italiano teve que ser encerrado de forma brusca por conta do comportamento racista da torcida da casa, que é rival dos rossoneri.

Ainda no primeiro tempo, o meia Kevin-Prince Boateng interrompeu a partida e deixou o gramado, sendo acompanhado por seus companheiros e também pelos atletas do time rival.

Na época, a imprensa italiana alegou que os torcedores do Pro Patria, equipe da quarta divisão da Itália, estavam ofendendo racialmente Boateng desde o início da partida. 

Aos 25 minutos, o meia recebeu do lado esquerdo do ataque, mas parou de repente e chutou a bola na direção das arquibancadas como forma inicial do seu protesto e indignação com a situação.

Posteriormente, ele tirou a camisa e dirigiu-se para fora do gramado, acompanhado de alguns jogadores que o apoiavam.

Inicialmente, os demais atletas do Pro Patria tentaram convencer Boateng a continuar a partida, mas acabaram se juntando a ele e também abandonaram o gramado. Em sua saída, o zagueiro foi muito aplaudido pela outra parte da torcida presente.

Já os jogadores do Milan foram reunidos pelo capitão Massimo Ambrosini para abandonarem a partida.

Daniel Alves

Torcedores arremessam uma banana na direção de Daniel Alves (Crédito: Transmissão LaLiga)

 

Durante partida realizada entre Barcelona e Villareal, em 24 de abril de 2014, na Espanha, aos 30 minutos do segundo tempo, Daniel Alves viu um torcedor do time adversário jogar uma banana em campo, como forma de dizer que o atleta é um macaco.

Como reação e forma de protesto, o jogador descascou a fruta, comeu ali mesmo e partiu para a cobrança de escanteio. 

A partir desse momento um movimento chamado Somos Todos Macacos ganhou as redes sociais e contou com o apoio de inúmeros jogadores, como o atacante e amigo de Daniel, Neymar Jr.

Após a partida, Daniel Alves deu entrevista coletiva e disse que tal ato está se tornando recorrente no futebol internacional.

“Incidente com a banana? Estou na Espanha há 11 anos e isso acontece desde o início. Você tem que rir desses retardados. Eu não sei quem jogou, mas tenho que agradecer, pois me deu energia para outros dois cruzamentos que acabaram em gol”, disse.

Taison

Taison deixa a partida depois de sofrer ataques racistas e ser expulso pelo juiz por revidar (Crédito: Transmissão Esporte Interativo)

 

Durante o maior clássico da Ucrânia, realizado no ano passado, os brasileiros Taison e Dentinho, do Shakhtar Donetsk, foram alvo de insultos racistas vindos de torcedores do Dínamo de Kiev. 

Taison, ex-atacante do Internacional reagiu de forma instantânea. Ao sofrer uma falta no segundo tempo, ele se voltou para a torcida adversária, chutou a bola e fez um gesto obsceno em sua direção. 

O árbitro Mykola Balakin paralisou o jogo com a esperança de que os cânticos racistas cessassem nas arquibancadas parassem, e ao retomar a partida, expulsou Taison por sua reação às agressões. 

O jogador deixou o campo chorando, e o duelo seguiu normalmente até o apito final decretar a vitória do Shakhtar.

Jadon Sancho

 

No dia em que Jadon Sancho marcou seu primeiro hat-trick da carreira na goleada do Borussia Dortmund sobre a lanterna Paderborn, de 6 a 1 na Bundesliga, o inglês aproveitou o momento para protestar sobre a morte de George Floyd.

O jogador tirou a camisa no momento da comemoração e mostrou, em outra que vestia por baixo, a frase “Justiça para George Floyd”.

Após a manifestação feita por ele, o juiz da partida lhe aplicou o cartão amarelo, já que o regulamento não permite manifestações políticas durante os jogos, mas apesar disso, o jogador mostrou ter personalidade e coragem e assim, marcou seu nome na luta pelos direitos autorais dos negros na Alemanha.

Marcus Thuram

Durante a comemoração do primeiro gol da vitória do Borussia Mönchengladbach sobre o Union Berlin por 4 a 1, pelo Campeonato Alemão, Marcus Thuram se ajoelhou e ficou de cabeça abaixada, em homenagem a George Floyd. 

O pai do atleta, Lilian Thuram, é um importante ativista político do movimento negro. Thuram é lenda quando se fala de Juventus e Barcelona, o ex-jogador foi campeão mundial com a França em 1998 e atualmente é visto como um ícone do combate ao racismo, especialmente quando o assunto se mistura com o mundo do futebol.

Em entrevista à AFP, Marcus destacou seu interesse pela questão racial.

“É claro que, por ser um jovem jogador negro, isso (o racismo) me preocupa. É necessário lutar, e tenho muito orgulho do que meu pai fez para evoluir as coisas. Não fui vítima pessoalmente do racismo no futebol, mas somos testemunhas pelas redes sociais e quando vemos jogos na televisão”, disse.

Weston McKennie

 

Durante o jogo entre Schalke 04 e Werder Bremen, o meia Weston McKennie usou uma faixa em seu braço esquerdo com a inscrição "Justiça para George Floyd".

Em tese, o atleta pode ser punido por realizar protestos políticos durante uma partida Bundesliga, no entanto, para ele, nem mesmo essa possibilidade vai deixar de lado a causa pela qual se posicionou.

"Continuarei prestando homenagem a George Floyd. Se eu tenho que ser punido por falar o que penso, defender aquilo em que acredito, que seja", declarou McKennie em entrevista concedida a Forbes.

Porém, após a repercussão da possibilidade de punição, a Fifa emitiu comunicado afirmando que nenhum jogador sofrerá nenhum tipo de sanção por protestar dentro do gramado.

Posteriormente, a Federação Alemã de Futebol reforçou o compromisso da entidade em lutar contra o racismo e as discriminações. 


5 itens de times internacionais que todo amante do futebol vai querer ter

1- Camisa Juventus 1985 Retrô - https://amzn.to/2JeQQgo

2- Caneca Scandinavia Real Madrid - https://amzn.to/2oh7iWs

3- Porta Tênis c/ 2 divisões Manchester City - https://amzn.to/32GlAin

4- Funko Pop! Paris Saint-Germain Kylian Mbappé - https://amzn.to/2pJkLGO

5- Bola Bolsa Esportiva Barcelona - https://amzn.to/2MGSGsQ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!