Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » ESPECIAL!

Raios da Vila! Relembre cinco craques revelados na base que viraram ídolos do Santos

Peixe é conhecido por seu grande poder de formação de novas promessas para o futebol mundial

Guilherme Assumpção Publicado em 13/05/2020, às 15h41

Pelé, Robinho e Neymar são alguns dos Raios da Vila
Pelé, Robinho e Neymar são alguns dos Raios da Vila - GettyImages

Um dos clubes mais tradicionais do futebol brasileiro possui uma rica história relacionada às categorias de base. Com o trabalho de garimpo e observação de jovens promessas, os nomes oriundos das instalações tornaram-se ícones do esporte e tiveram grande importância na trajetória da equipe.

Através de toda sua participação dentro do futebol, o Santos ficou conhecido como grande revelador de jogadores ao longo da história. Nem sempre o clube acertou nas apostas que fez, mas algumas delas tiveram grande sucesso a partir da passagem pela base santista.

Não à toa, os garotos que têm grande potencial na base do Santos recebem o apelido de “Raio da Vila”. O nome dado aos jovens faz referência ao costume do Peixe em revelar promessas para o futebol.

Contrariando a história de que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, o clube paulista coleciona importantes nomes revelados nas categorias de base ao longo dos anos. Por isso, o SportBuzz decidiu listar cinco jogadores que passaram pela base do Santos e que se tornaram ídolos do clube pelos gols, títulos e outras contribuições. Confira!

Pelé ainda tem seu armário intacto na Vila Belmiro (Crédito: GettyImages)

 

PELÉ

Impossível não iniciar a lista sem a presença do Rei. Porém, a história de Pelé no futebol não foi iniciada no Santos. Com 11 anos de idade, o craque começou a atuar em clubes de rua na cidade de Bauru, no interior de São Paulo. O destaque logo foi percebido pelo ex-jogador Waldemar de Brito, que convidou o brasileiro para integrar o Clube Atlético de Bauru.

Poucos anos depois, Pelé já estava em outro patamar em relação aos demais jogadores da equipe. Com isso, Brito viu a necessidade de levá-lo para um time com mais notoriedade. Aos 15 anos de idade, Pelé chegou ao Santos e, por isso, foi incluído entre as crias da base do Peixe.

Mesmo com a pouca rodagem, Brito chegou ao Santos e teria dito a seguinte frase: “Esse menino vai ser o melhor jogador de futebol do mundo!”. As informações são do site oficial do Peixe. Com a propaganda feita pelo então jogador, Pelé foi observado por Lula, um dos maiores técnicos da história do time, e convidado para fazer parte da equipe profissional no ano de 1956.

Pelé deixou seu nome na história do futebol (Crédito: GettyImages)

 

Já com contrato assinado, o Rei fez sua estreia em um amistoso diante do maior rival Corinthians e já deixou sua marca, indicando o que o futuro reservava. No ano seguinte, passou a ser escalado como titular e se tornou um dos artilheiros do Santos aos 16 anos. Após dois anos como profissional, Pelé conquistou seu primeiro título Paulista com a camisa alvinegra, competição que somaria mais nove troféus durante toda sua passagem pelo Peixe.

Porém, Pelé viveu seus momentos de maior glória nos anos de 1962 e 1963. Com uma equipe fortíssima, o time da Vila venceu os principais torneios do Brasil e do mundo. Foi bicampeão da Libertadores e do Mundial de Clubes. A equipe era tão espetacular que deixou sua marca na história do esporte ao ser o único a parar uma guerra – a passagem do Santos pela Nigéria fez com que a disputa de Biafra fosse paralisada para que o jogo do time brasileiro pudesse ser visto pela população.

Além de todos estes detalhes, Pelé ainda conquistou o Campeonato Brasileiro em seis oportunidades e os números com a camisa do Peixe são absurdos. Ao todo, foram 1116 jogos, 1091 gols marcados e um enorme legado para o esporte mundial.

PEPE

O segundo maior artilheiro da história do Santos não poderia ficar de fora da lista. Vivendo na cidade de São Vicente, Pepe deu seus primeiros passos com a bola e logo demonstrou a grande qualidade que tinha no pé esquerdo. Ao ser observado por Cobrinha, goleiro do Peixe na época, foi convidado para fazer um teste e ingressar nas categorias de base.

No dia 4 de maio de 1951, o “Canhão da Vila”, como é conhecido, pisou pela primeira vez no gramado do lendário estádio da Vila Belmiro e foi aprovado pelo técnico Salu. Também sob o comando de Lula, Pepe se destacou na base santista e estreou no profissional no ano de 1954.

Pepe é o segundo maior artilheiro da história do Santos (Crédito: Transmissão Santos TV)

 

A trajetória dentro da equipe alvinegra foi gloriosa e os títulos formam uma lista sem fim. Bicampeão mundial em 1962 e 1963, hexacampeão brasileiro e 11 vezes vencedor do Campeonato Paulista, além de outras conquistas. Com passagens como treinador do Peixe, Pepe foi campeão paulista na beira do gramado no ano de 1973.

Ao longo de sua passagem como jogador, Pepe marcou 403 gols e é o segundo maior artilheiro da história do Peixe atrás apenas de Pelé. No entanto, o ídolo santista não concorda com essa estatística. Em diversas entrevistas, o Canhão da Vila deu a seguinte declaração: “Eu sou o maior artilheiro da história do Santos, porque o Rei não conta, ele é de outro mundo.”

CLODOALDO

Ainda vivendo os momentos gloriosos do Santos no passado, mais um nome surge revelado pelas categorias de base. O volante Clodoaldo foi mais um que marcou seu nome na história do clube e da Seleção Brasileira. Sua chegada ao Peixe aconteceu aos 13 anos de idade quando passou a integrar a base do clube.

Com muita habilidade e inovando a posição em que jogava, Clodoaldo fez parte do incrível time santista que marcou época na década de 60. Apesar de ser mais jovem do que Pelé, Pepe e companhia, o ídolo brasileiro sempre mostrou muita personalidade ao entrar em campo.

Com ótima participação nos jogos do Peixe, ajudou o clube na conquista de cinco Campeonatos Paulistas, um Campeonato Brasileiro, uma Supercopa e uma Recopa dos Campeões. Ao todo, disputou 510 partidas e marcou 13 gols ao longo de sua passagem pelo time da Vila.

Clodoaldo mudou a configuração da posição de volante (Crédito: Transmissão Estadão)

 

ROBINHO

Voltando para os tempos mais recentes, o Santos não parou de revelar jogadores e Robinho foi mais um que entrou para a galeria de ídolos do clube. Revelado no ano de 2002, o atacante foi fundamental na incrível campanha do Peixe no Brasileirão daquele ano.

Com os Meninos da Vila, o Pedalada utilizou o artifício técnico para derrotar o rival Corinthians na decisão e conquistar um dos títulos mais especiais na memória de muitos torcedores. Por conta de sua passagem pelo futsal do Peixe, o atacante sempre foi muito habilidoso dentro de campo.

Por ter deixado seu nome na história, Robinho já retornou ao Santos em duas oportunidades e sempre tem sua volta especulada nas janelas de transferências. Ao todo, Robinho foi bicampeão brasileiro, bicampeão paulista e campeão da Copa do Brasil. Em 245 partidas com a camisa alvinegra, marcou 109 gols e deixou saudade nos torcedores santistas.

Robinho atuou ao lado de Neymar no ano de 2010 (Crédito: Santos FC 2010 / Divulgação)

 

NEYMAR JR

O mais recente ídolo revelado na base do Santos foi Neymar Jr. Com sua irreverência e incrível técnica dentro de campo, o atacante entrou para a história ao tirar o Peixe da fila de títulos na Libertadores. Porém, sua estreia aconteceu dois anos antes, quando entrou no jogo contra o Oeste, aos 17 anos de idade.

Uma semana depois de seu primeiro jogo, anotou o primeiro gol com a camisa alvinegra na partida contra o Mogi Mirim, no Pacaembu. A partir daí, Neymar passou a ser considerado uma das maiores joias do futebol mundial e os prêmios individuais já indicavam o futuro do garoto.

Seu primeiro título veio no ano de 2010. Sob o comando de Dorival Jr e com um futebol impressionante, o Santos foi campeão Paulista e, mais tarde, faturou a Copa do Brasil. Porém, o momento de glória veio em 2011 com a conquista da Libertadores. Após 48 anos de espera, o Peixe voltou a ser considerado o melhor time sul-americano.

Neymar conquistou seu primeiro título em 2010 (Crédito: Ricardo Saibun / Santos FC / Divulgação)

 

Com grande destaque e importância, Neymar foi o responsável por dar muitas alegrias ao torcedor do Santos, que viu o craque dar adeus ao clube no ano de 2013. Com o recado de “eu vou, mas eu volto”, o atacante está na galeria de ídolos do Peixe por suas contribuições dentro e fora de campo. Ao todo, foram 230 jogos e 138 gols, se tornando o 13º maior artilheiro da história do clube.

E aí, torcedor? Esses craques foram fundamentais para colocar o Santos na prateleira dos maiores clubes do Brasil e deixaram saudades e boas memórias no coração dos torcedores e dos amantes do futebol.


5 itens que todo torcedor do Santos precisa ter!

1- Livro Maquete 3D Estádio Vila Belmiro - https://amzn.to/32uyv6G

2- Jogo com 2 Baralhos do Santos na Lata - https://amzn.to/2BkYzp7

3- Camisa Umbro Santos 2018 - https://amzn.to/31x4p1n

4- Garrafa do Santos com Canudo Retrátil  - https://amzn.to/31oCIYh

5- Necessaire Santos - https://amzn.to/32EVlbK

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!