Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

PSG: clube terá que pagar quantia milionária para Pochettino

PSG terá que tomar uma decisão complicada envolvendo o já balançado no cargo Mauricio Pochettino, principalmente depois da eliminação na Champions

Redação Publicado em 22/03/2022, às 17h04

PSG terá que desembolsar valor alto se decidir demitir Pochettino - GettyImages
PSG terá que desembolsar valor alto se decidir demitir Pochettino - GettyImages

O PSG terá que lidar com um dilema nos próximos dias. Acontece que de acordo com as informações do jornal francês "L'Equipe", se o clube decidir pela demissão de Mauricio Pochettino, que está balançando no cargo especialmente depois da eliminação na Champions League, terá que desembolsar mais de 20 milhões de euros, cerca de R$ 108 milhões.

Além do fato da quebra de contrato com o treinador, que é válido até junho de 2023, ainda existe uma multa para a comissão técnico do argentino. Diante disso, Jesús Pérez, que recebe cerca de 80 mil euros por mês, Miguel D'Agostino e Toni Jiménez, que recebem 50 mil euros, e o filho de Pochettino, Sebastiano, que ganha 20 mil euros mensais teriam que ser incluídos nessa conta.

 

Canal - SportBuzz

Isso sem falar que o comandante do PSG é o mais bem pago do Campeonato Francês, com um salário bruto de 1,1 milhão de euros, aproximadamente R$ 5 milhões, valor esse que é mais que o triplo que os 330 mil euros, cerca de R$ 1,7 milhões mensais que Jorge Sampaoli recebe por estar à frente do Olympique de Marselha, por exemplo.

Além do grande impacto econômico que o PSG teria com a demissão do treinador, o jornal ainda aponta que o clube considera que Pochettino teve tempo mais do que o suficiente para fazer o time jogar do jeito que havia proposto em sua contratação, mas que o golpe duro sofrido no campeonato nacional acabou eliminando todas as chances de ele se redimir. 

PSG terá que pagar multa milionária se demitir Pochettino
PSG terá que pagar multa milionária se demitir Pochettino (Crédito: GettyImages)

 

Pochettino chegou na equipe parisiense há pouco mais de um ano para substituir Thomas Tuchel e desde então nunca teve seu trabalho aprovado por unanimidade pelos torcedores e nem por parte da diretoria. Na temporada anterior, além de ter sido eliminado nas semifinais da Champions League, o treinador ficou com o vice do Campeonato Francês, faturado pelo Lille.

Já nesta temporada, ainda que esteja na liderança isolada da Ligue 1, com 13 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, a queda precoce nas oitavas da Liga dos Campeões para o Real Madrid e a eliminação na Copa da França, dentro de casa, pesam muito contra o treinador, que imediatamente lidou com os pedidos dos torcedores por sua saída.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!