Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » PROTESTOS PELA SUPERLIGA

Com protestos da torcida fora do estádio, Chelsea e Brighton ficam no empate pela Premier League

Com atuação fraca dentro de campo, Chelsea conquista apenas um ponto e entra no G4

Redação Publicado em 20/04/2021, às 16h19 - Atualizado às 18h19

Chelsea e Brighton ficam no empate em 0 a 0 pela Premier League
Chelsea e Brighton ficam no empate em 0 a 0 pela Premier League - Transmissão Espn Brasil 20/04/21

Nesta terça-feira, 20, o Chelsea entrou em campo contra o Brighton, no Stamford Bridge, em Londres, pela 32ª rodada da Premier League.

As emoções começaram antes mesmo da bola rolar. Isso porque, torcedores do Chelsea, fizeram protestos do lado de fora do estágio contra a adesão do clube à tão polêmica Superliga. As manifestações foram pacíficas e Petr Cech, diretor técnico e ídolo do time, inclusive, chegou a ir até a confusão falar com os manifestantes.

Logo depois dos protestos, foi anunciado pela mídia que o clube londrino estaria preparando os documentos para se retirar da competição. A notícia foi comemorada como um título pelos fãs.

 

ESCALAÇÕES

CHELSEA: Kepa; Rüdiger, Zouma e Christensen; Reece James, Jorginho, Mount e Marcos Alonso; Pulisic e Ziyech; Kai Havertz.

BRIGHTON: Sanchez; White, Dunk e Webster; Bissouma; Burn, Veltman, Gross e McAllister; Trossard e Welbeck.

 

1º Tempo

Diferentemente do lado de fora do estádio, o jogo começou bem morno no Stamford Bridge, com ambas equipes lutando para manter a posse da bola nos primeiros minutos. A primeira jogada mais perigosa saiu aos 16 minutos do primeiro tempo, quando Pulisic chutou para o gol de perna esquerda e foi derrubado, o americano queria pênalti, mas o árbitro sinalizou apenas tiro de meta.

Aos 19, Mount fez passe para dentro da área, a defesa do Brighton se confundiu e a bola sobrou limpa para Havertz, que finalizou, mas Sanchez fez boa defesa. Na sequência, o zagueiro Zouma bateu firme de fora da área, mas novamente o goleiro espanhol conseguiu ficar com ela.

Nos minutos seguintes, o Chelsea conseguia manter a posse da bola, mas tinha dificuldade em se infiltrar na área adversária.

Aos 34 minutos, Jorginho recebeu o primeiro cartão amarelo do jogo, por falta cometida em Bissouma. No minuto seguinte, Zouma também fez uma falta, dessa vez em Welbeck e também foi advertido com cartão.

Aos 41, Bissouma recebeu bom passe de Veltman, na entrada da área e finalizou, a bola desviou na defesa e passou, com perigo, por cima do gol de Kepa, foi a melhor chance de ataque do Brighton na primeira etapa.

 

 

2º Tempo

A segunda etapa começou muito parecida com a primeira, nos minutos iniciais, ambas equipes não conseguiram criar chances de muito perigo. Isso fez com que os técnicos tivessem que mexer em seus times. Graham Potter tirou Trossard, para a entrada de Adam Lallana e Thomas Tuchel tirou Marcos Alonso e Havertz, para a entrada de Hudson-Odoi e Timo Werner.

Sem conseguirem atacar, mais uma substituição para cada lado. McAllister saiu para a entrada de Maupay, pelo lado do Brighton e Giroud entrou no lugar de Hakim Ziyech, pelos donos da casa.

Aos 31, Zouma perdeu a bola para a pressão do adversário, ela sobrou para Lallana que arriscou um chute colocado, mas o arremate passou à direita do gol de Kepa. Depois disso, o Brighton começou a pressionar mais o adversário.

Nos minutos seguintes, Welbeck chutou uma bola na trave e, na sequência, Lallana chutou novamente e Kepa encaixou chute perigoso.

Depois da pressão adversária, o Chelsea conseguiu se recompor. Aos 39 minutos saiu a primeira finalização dos Blues no segundo tempo. Hudson-Odoi cruzou rasteiro e Giroud chutou de primeira, ao lado da meta de Sanchez.

Aos 43, Pulisic chutou forte, sem ângulo e o goleiro espanhol conseguiu fazer mais uma boa defesa. Nos acréscimos, Hudson-Odoi saiu em contra-ataque, sofreu a falta de White e o zagueiro do Brighton foi expulso. Na cobrança, a bola foi erguida na área, Giroud conseguiu cabecear, mas Sanchez ficou com ela.

Ao fim do jogo, a única atuação que a torcida do Chelsea pôde comemorar hoje, foi realmente a sua própria, fora do estádio, já que o time em campo não apresentou um bom futebol.

Com o empate, os Blues foram à quarta posição na tabela, com 55 pontos. Mesma quantidade que tem o West Ham, seu adversário da próxima rodada. O Brighton, agora com 34 pontos, seque na 16ª posição.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!