Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » PROJEÇÃO

Presidente do Vasco analisa momento do clube e faz projeção ousada: "Concorrendo com qualquer time"

Alexandre Campello revelou quais são os planos do Cruz-Maltino nesta temporada do futebol brasileiro

Guilherme Assumpção Publicado em 04/05/2020, às 15h21

Campello vem arrumando as finanças do Vasco
Campello vem arrumando as finanças do Vasco - Paulo Fernandes / Vasco

Com novo comando no futebol, o Vasco espera acertar todas as pendências financeiras durante a paralisação do futebol brasileiro para proporcionar ao elenco e comissão técnica um ambiente tranquilo e sem nenhuma polêmica nesta temporada.

Desde a efetivação de Ramon Menezes e a chegada de Antônio Lopes, o discurso em São Januário passou a ser de maior confiança e expectativa pelo futuro do clube. De acordo com Alexandre Campello, presidente do Cruz-Maltino, a projeção é de que o time possa estar entre as principais potências do país nos próximos três ou quatro anos.

“Acho que em três ou quatro anos podemos estar concorrendo no mercado com qualquer time brasileiro. Temos que ressaltar que precisamos seguir investindo na base. A gente está investindo muito na base, na estrutura... precisamos fazer isso. Dessa forma, nos próximos anos, vamos produzir jogadores e fazer dinheiro com eles”, falou Campello em entrevista ao site Papo na Colina.

Além do investimento nas categorias de base, o Vasco promete uma grande modernização no estádio de São Januário. Segundo Campello, as melhorias no local podem render grandes frutos financeiros ao clube no futuro.

“Modernizar São Januário é fundamental para termos capacidade financeira. Precisamos ampliar e fazer um estádio mais rentável para o clube. Os nossos jogos precisam gerar mais dinheiro para o Vasco, como acontece em outros times”, analisou.

A busca pelo aumento nas receitas se dá a partir dos problemas financeiros vividos pelo clube nos últimos meses. Na última quinta-feira, 30, o Cruz-Maltino emitiu um comunicado oficial para parte de seus colaboradores, onde alguns funcionários teriam seus contratos suspensos pelo intervalo de dois meses. A data estipulada, inicialmente, é do dia 1º de maio até o dia 1º de junho.

A fim de não deixar os empregados na mão e ainda assim seguindo à risca as ordens da medida, o clube seguirá pagando 30% do salário bruto, que é uma espécie de ajuda mensal para que os funcionários não fiquem totalmente desamparados.

Vale ressaltar que antes mesmo da paralisação, o clube carioca enfrentava alguns problemas com a quitação de folhas salariais para funcionários e jogadores.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!