Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICADO

Presidente do Grêmio nega ter se omitido durante crise: "Ninguém está acomodado aqui"

Romildo Bolzan Júnior voltou a dar entrevista coletiva no Grêmio depois de quase um mês longe das câmera, quando apresentou os novos diretores do clube

Redação Publicado em 17/11/2021, às 11h39

Romildo Bolzan Júnior, presidente do Grêmio - Transmissão FOX Sports
Romildo Bolzan Júnior, presidente do Grêmio - Transmissão FOX Sports

Em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira, 16, depois da vitória sobre o Bragantino, na Arena, pela 33ª rodada do Brasileirão, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr. negou que esteja em posição de omissão durante a crise que o clube está vivendo nos últimos dias, lutando contra o rebaixamento à Série B. 

Na conversa, o mandatário deu sua versão sobre as críticas frequentes que tem recebido da torcida do Grêmio por estar aparecendo pouco para o público neste momento de turbulência que todos enfrentam. Vale lembrar que o mandatário do Tricolor gaúcho não dava entrevistas há pelo menos um mês.

Assim, a última vez que Romildo Bolzan Jr. apareceu foi apenas para apresentar o vice-presidente de futebol Denis Abrahão e o diretor de futebol Sergio Vasquez. Na oportunidade, o mandatário falou somente com algumas rádios nesse meio tempo desde então, mas não mais depois dos jogos.

"O que temos que fazer é uma operação de guerra para conseguir as mobilizações necessárias. Nós damos o suporte, estamos sempre juntos, nunca deixamos de estar. Não é falar todos os dias, é uma liderança coletiva, que compartilho. Pode ser uma virtude, mas para muitos é um grande defeito. Não estamos conformados. Ninguém está acomodado aqui", disse antes de completar.

"Não pensem que não estamos cientes da gravidade da situação, mas não pensem também que estamos omissos, contemplando", concluiu.

Para Romildo, o estilo de liderança do Grêmio possui características de maior suporte e governança ao clube. Ainda que não esteja falando muito publicamente, continua cumprindo seu papel. Além disso, o mandatário também reforçou o trabalho de Denis Abrahão, vice de futebol.

"Quando um dirigente do Grêmio fala, falou, não precisamos ficar repetindo. O Denis tem seu estilo, empolgado, vibrante, necessário neste momento para chamar a atenção do que precisamos. E eu faço uma situação de organizar as coisas internamente. Quando não falo, estou atuando, liderando, estando presente. Principalmente dando condições para que todos funcionem com tranquilidade, com apoio do Conselho de Administração e do Deliberativo", explicou.

Diante das desconfianças, o elenco do Grêmio volta aos trabalhos na tarde desta quarta-feira, 17, no CT Luiz Carvalho para se preparar para o duelo contra a Chapecoense, fora de casa no sábado, 20, às 19h (horário de Brasília). Por ter vencido o Bragantino, o time ocupa o 18º lugar com 32 pontos somados, a quatro do Bahia, primeiro fora da zona do rebaixamento.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!