Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICADO

Presidente do Grêmio dispara contra CBF por arbitragem: "Tenho medo"

Presidente Romildo Bolzan Júnior, e o vice de futebol do Grêmio, Denis Abrahão deixaram o mal-estar com a CBF pelas recentes arbitragens escancarados durante coletiva

Redação Publicado em 24/11/2021, às 11h19

Romildo Bolzan Júnior, presidente do Grêmio critica a CBF - Transmissão FOX Sports
Romildo Bolzan Júnior, presidente do Grêmio critica a CBF - Transmissão FOX Sports

Durante entrevista coletiva realizada nesta terça-feira, 23, depois da partida contra o Flamengo, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr., escancarou um mal-estar com a arbitragem do futebol brasileiro, e a CBF, dizendo estar "com medo" do que pode acontecer no confronto contra o Bahia que acontece nesta sexta-feira, 26, pelo Brasileirão.

Ao lado dele na coletiva, o vice de futebol Tricolor, Denis Abrahão falou com o mesmo tom de cobrança, e disse que viu o time sendo novamente prejudicado no empate em 2 a 2 com o Flamengo. O mandatário do Grêmio disse que o clube tornou oficial o descontentamento com os juízes nas reclamações formais feitas à CBF quando se sentem incomodados.

No entanto, desta vez Romildo citou que até mesmo a partida diante do Bahia estaria sob suspeita diante da luta das duas equipes contra o rebaixamento no Brasileirão, lembrando que hoje, o Grêmio é o 18° colocado, enquanto o Bahia vem logo na frente, sendo o 17° na tabela de classificação.

"Não sei quem é o árbitro, mas com muito receio pelo que (o Grêmio) está vendo e pelos erros praticados, pelo que está em jogo. Não apenas para este jogo, mas para o futebol brasileiro. Mas sei que, se há uma situação muito dura, é esta que estamos denunciando. Há risco, eu tenho medo da arbitragem contra o Bahia", disse antes de completar.

"O Grêmio está denunciando publicamente o receio do jogo com o Bahia. Da arbitragem, por conta daquilo que se montou. O Grêmio tem receio. Nada contra o clube Bahia", concluiu.

Romildo também disse que "há muita coisa contra nós" e passou a palavra ao vice de futebol, que relembrou os recentes lances polêmicos envolvendo o Grêmio neste Brasileirão. Denis Abrahão sugeriu que o time teria perdido pelo menos cinco pontos na competição por culpa de lances supostamente mal interpretados.

"Estou preocupado com o meu Grêmio, que está sendo jogo a jogo prejudicado. E respostas esfarrapadas. Falha o VAR, não houve comunicação, inconclusivo... Aí o conselho arbitral entendeu que houve pênalti, que houve impedimento, o outro não foi impedimento... Se somarem, são mais de cinco pontos que surrupiaram do Grêmio, tomaram facilmente", disse Denis Abrahão.

Acontece que durante o empate com o Flamengo, o meia-atacante Jhonata Robert foi expulso aos 14 minutos do segundo tempo depois de cometer a falta em Vitinho no campo de defesa adversário. Como já tinha recebido cartão amarelo alguns minutos antes, levou mais um e viu o vermelho direto.

Da forma como foi relatado pela diretoria gremista, foi o quarto árbitro, Jonathan Benkenstein Pinheiro, quem indicou ao juiz principal, Bráulio da Silva Machado, a punição que foi aplicada ao jogador pelo lance.

"Estou dizendo que não foi nada, que o (quarto) árbitro não foi honesto no lance. E o Vitinho passou o jogo inteiro mandando o juiz para tudo que é lugar e não aconteceu nada com ele. Quem estava no campo escutou, foram mais de três vezes", contou Abrahão.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!