Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » COMPLICOU!

Presidente do Cruzeiro abre o jogo sobre situação financeira do clube, teme credores e usa Atlético-MG como exemplo

Conselho Deliberativo da Raposa se reúne nesta segunda-feira, 3, para decidir sobre a alienação da Sede Campestre 2

Lucas Miluzzi Publicado em 03/08/2020, às 15h52 - Atualizado às 16h48

Sergio Santos Rodrigues em ação pela Raposa
Sergio Santos Rodrigues em ação pela Raposa - Bruno Haddad / Cruzeiro / Fotos Públicas

O Cruzeiro decide nesta segunda-feira, 3, por meio de uma reunião do Conselho Deliberativo, o futuro da Sede Campestre 2. A ideia dos dirigentes celestes é fazer a alienação do local, que atualmente funciona como estacionamento, para levantar lucros e amortizar as dívidas com a Fifa.

De acordo com o presidente do clube, o imóvel é deficitário para a Raposa neste momento e pode render uma quantia considerável ao time. Sergio Santos Rodrigues avaliou que o local poderia gerar aos cofres da equipe uma quantia próxima a 14 e 15 milhões de reais. 

No entanto, caso isso ocorra, o cartola afirmou para a Rádio 98 FM que teme a aparição de alguns credores em cima deste valor. Um grande exemplo é a União Federal, que ainda deve receber do Cruzeiro cerca de 300 milhões de reais. Essa quantia ficou ainda maior depois da queda da liminar que mantinha a Raposa no Profut.

"Esse risco existe para qualquer coisa que o Cruzeiro receber hoje. Eu posso sofre isso para recebíveis de dinheiro de TV, de patrocínio, como ocorreu antes. Vimos isso acontecer em outros casos. Realmente, a situação específica do imóvel não é diferente, de forma alguma, de qualquer outra (...) Então, a gente entende que é mais um passo de possibilidade de receita, que poderia vir a ter problema como qualquer receita, sob o ordenamento da ótica jurídica", explicou. 

Para tentar superar essa situação complicada em relação aos tributos que deve para a União Federal, a diretoria do Cruzeiro pretende negociar o parcelamento de alguns débitos, além de manter a esperança por refinanciamentos de seus débitos. 

Na intenção de amenizar a preocipação da torcida cruzeirense em relação a bloqueios e outras questões, o Sergio Santos utilizou seu maior rival como exemplo:  

"Na verdade, o tributário não tem primazia sobre um trabalhista não. Ordem de bloqueio pode chegar por qualquer dívida. O próprio Atlético é um exemplo disso, que conseguiu realizar a venda do seu shopping (alienou 50,1% por R$ 250 milhões) mesmo tendo diversos outros tipos de ações e execuções. O que cabe a nos dirigentes é cercar para que isso não ocorra", concluiu.


5 itens que todo torcedor do Cruzeiro precisa ter

1- Almanaque do cruzeiro - https://amzn.to/2MZbr9J

2- Caneca Gel Cruzeiro Escudo - https://amzn.to/32FNYBe

3- Camisa Umbro Cruzeiro Oficial 1 2019 - https://amzn.to/2W7ZAKM

4- Conjunto 4 Copos Dose Olé - Cruzeiro Escudos - https://amzn.to/2W6hAFd

5- Boné Aba Reta Cruzeiro - https://amzn.to/33PPcK2

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!