Sportbuzz
Testeira
Futebol / SURPREENDEU

Presidente do Corinthians justifica demissão de Sylvinho após pressão

Duílio Monteiro Alves revelou que ficou impressionado com a forma como a torcida reagiu aos resultados de Sylvinho, e que a demissão foi melhor para todos

Redação Publicado em 09/02/2022, às 06h52

Sylvinho, ex-treinador do Corinthians - GettyImages
Sylvinho, ex-treinador do Corinthians - GettyImages

A demissão do técnico Sylvinho do comando do Corinthians só não pegou as pessoas de surpresa porque a torcida já estava mostrando publicamente, durante os jogos, que não queria mais ele no clube. Dessa forma, e com os resultados medianos, Duílio Monteiro Alves, presidente do Timão, não tinha outra escolha a não ser desligá-lo do cargo.

Durante a gravação da edição de fevereiro do programa "Grande Círculo", que vai ao ar no canal da TV fechada, o "SporTV", o mandatário do Corinthians falou de forma forte sobre a saída de Sylvinho do clube, afirmando que diante da situação encontrada, não tinha mais clima para que ele continuasse.

Canal - SportBuzz

"Eu nunca vi a torcida criticar algum jogador ou treinador durante o jogo em toda a minha vida. A torcida do Corinthians apoia os 90 minutos e depois pode xingar, criticar, protestar, isso é normal. Mas durante o jogo nunca vi. Isso foi uma coisa que me chamou muito a atenção e foge da pressão das redes sociais. Fora todo o resto, programas de televisão, analistas, comentaristas, torcedores, conselheiros, geral... Tomou uma proporção que nunca vi no futebol. Foi até por isso a decisão. Não era mais algo saudável para o Sylvio, para o dia a dia dele", disse Duílio.

O momento citado pelo presidente foi justamente a partida contra o Santos, em que o Corinthians acabou perdendo de virada, e o treinador foi xingado e vaiado antes, durante e depois do confronto. Diante do resultado, e da reação forte dos torcedores, a diretoria anunciou a demissão do treinador horas depois.

Sylvinho, ex-treinador do Corinthians
Sylvinho, ex-treinador do Corinthians (Crédito: GettyImages)

 

"No futuro, as pessoas vão ver que eu estava acreditando. Sylvinho vem se preparando há anos. Existe chance de um retorno ao Corinthians, sim, sempre. A porta está aberta. Ele é um ídolo. Sabemos como as coisas são. Já vi Tite indo e voltando, Mano Menezes...", lembrou o presidente.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Sylvio Campos Official (@sylvinho_campos)

 

Duílio ainda falou sobre a decisão que manteve Sylvinho no comando para 2022. O dirigente fez uma crítica a ele mesmo, dizendo que não mudou de opinião de dezembro para janeiro, mas que hoje, diante de tudo que aconteceu até aqui, não sabe avaliar se errou ou acertou deixando que o treinador ficasse por mais algum tempo no time.

"Não consigo pensar em termos de arrependimento, mas isso ainda fica... Se errei, se erramos ali na decisão. Não de trazê-lo, mas de segurar de uma temporada para outra. Já que essa pressão já existia. Não desse tamanho, mas já existia. A gente acreditava no trabalho, assim como na relação com os atletas. Eram sinais do dia a dia, gostavam demais do dia a dia, do treino. Foi uma decisão, e até conversei com ele sobre isso, até pensando na história dele. Tem uma história no clube. O vejo com um grande futuro como treinador pela frente. Pelo que conheço de futebol, acho que ainda vamos ver ele dando certo em muitos clubes, e espero que no Corinthians também no futuro", analisou.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!