Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » PROVOCOU!

Presidente do Atlético Mineiro fala sobre finanças do clube e provoca Cruzeiro: 'Não vamos cruzeirar"

Sérgio Sette Câmara ainda afirmou que não vai renunciar à presidência

Lucas Miluzzi Publicado em 28/02/2020, às 19h15 - Atualizado às 19h47

Sérgio Sette Câmara em entrevista coletiva
Sérgio Sette Câmara em entrevista coletiva - Transmissão / Galo TV

O Atlético Mineiro vem vivendo uma fase complicada na temporada, tanto dentro dos gramados quanto fora deles. Um dos principais problemas é em relação a situação financeira que o time vem vivendo nos últimos anos e o presidente do clube, Sérgio Sette Câmara, se pronunciou sobre o assunto e aproveitou para cutucar seu maior rival, o Cruzeiro. 

"Aqui no Atlético nós não vamos 'Cruzeirar'. Significa dizer que aqui nós não vamos fazer nenhum tipo de loucura, nenhum tipo de contratação que esteja acima das condições do clube. Não vamos deixar acontecer com o Atlético o que aconteceu do lado de lá”, afirmou

"Recebemos o Atlético situação muito pior do que nosso adversário (Cruzeiro) estava do ponto de vista financeiro. Não fizemos loucuras. Não fizemos contratações como muita gente pede. E criando expectativas que não se realizam e viram frustrações. (...) Torcedor está chateado, sei que como dirigente e torcedor que sou, eu sofri muito o que ocorreu.", continuou 

Os questionamentos sobre a saúde financeira do Atlético surgiram após as recentes eliminações do time na Copa do Brasil e também na Sul-Americana. Com isso, o Galo perdeu cerca de 39 milhões de reais, que estava prevendo no início dess temporada, com premiações.

O dirigente admitiu que o clube vem passando por uma fase financeira complicada e que será preciso vender alguns jogadores para equilibrar as finanças e revitalizar a economia da equipe alvinegra.

"(As eliminações) Atrapalham muito (o lado financeiro), sem dúvida nenhuma, mas nós temos uma janela no meio do ano. Inegavelmente, a gente sabe disso, clube de futebol não consegue sobreviver no Brasil se não fizer duas boas vendas no ano. Ano passado fizemos 105 milhões de vendas. (...) Claro que uma parte foi usada para pagar dívida, mas tínhamos dinheiro para investir dentro do planejamento. Sair desses campeonatos, eles trazem prejuízo. Todo mundo perde, inclusive os atletas. Quando tem prêmio X, parte é usada para pagar os atletas. A ideia é chegar... no meio do ano, temos muitos jogadores que podem ser objeto de transação. Dependendo do desempenho, pode ser que a gente consiga fazer dois, três negócios. É claro que a gente vai buscar repor. Futebol brasileiro é dessa forma, de forma geral, vender o almoço para comprar o jantar. ", concluiu 

Sérgio Sette Câmara aproveitou para reafirmar sua permanência na presidência do Atlético Mineiro e mandou um recado para quem, segundo ele, anda o atacando.

"Quero dizer a todos que estão me atacando: vou permanecer, cumprir o meu mandato, ninguém me tira. Fui eleito legitimamente pelo conselho, sou uma pessoa honesta, tenho um excelente vice-presidente", afirmou     

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!