Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » ATLÉTICO-MG

Presidente do Atlético-MG fala sobre jogadores em balada e anuncia medidas internas

Sérgio Sette Câmara desaprovou a ida de Dylan Borrero, Allan, Eduardo Vargas e Marrony para casas noturnas em meio à pandemia de COVID-19

Redação Publicado em 01/12/2020, às 11h30

Sette Câmara falou sobre a polêmica envolvendo os jogadores do Atlético-MG
Sette Câmara falou sobre a polêmica envolvendo os jogadores do Atlético-MG - Transmissão TV Galo

Após diversos casos de Coronavírus no último mês, o elenco do Atlético-MG se envolveu em mais uma polêmica nesta semana. No começo da madrugada desta segunda-feira, 29, os jogadores Dylan Borrero e Marrony estavam em uma balada em Contagem, na Grande BH, e foram coagidos por torcedores da Galoucura, torcida organizada do clube mineiro.

Além disso, o atacante Eduardo Vargas e o volante Allan participaram de uma festa no bairro Vila da Serra, em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. Todos os jogadores mencionados já foram diagnosticados com Coronavírus, passaram pelo período de treinamento e retornaram aos treinos. 

O presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, foi questionado sobre a situação na saída do Clube Labareda, onde os conselheiros votaram e aprovaram por unanimidade o orçamento projetado para o ano de 2021, na noite desta segunda-feira, 30, e comentou sobre as medidas que serão tomadas.

O diretor de futebol, Alexandre Mattos, tem muita experiência para reunir o grupo e tomar medidas cabíveis internamente. Claro que a gente não concorda com isso, estamos vivendo um momento de pandemia, complicado, e as pessoas, independentemente de terem sido infectadas ou não, elas têm que ter a responsabilidade de não frequentar locais que estejam abarrotados. Acredito que ainda esta semana vamos ajustar essa situação", afirmou Sette Câmara em entrevista ao jornalista Fred Ribeiro, do GE.

É natural, são jovens, muito tempo presos dentro de casa, o atleta tem que ter uma rotina profissional, tem os jogos no fim de semana, e ele fica muito preso. Então, a gente entende o lado deles, a vontade de sair, mas por outro lado, não é compreensível fazer isso e colocar em risco outras pessoas, sejam do próprio clube, ou familiares e amigos. Acreditamos que isso será corrigido e não podemos fazer com que isso venha prejudicar o desempenho do nosso time”, continuou.

Vale lembrar que o Atlético-MG é o líder do Campeonato Brasileiro com 42 pontos, enquanto o segundo colocado, São Paulo, tem 41, mas com dois jogos a menos.

"Estamos lutando por um campeonato que lutamos há muitos anos e acredito que o ambiente será ajustado pelo Alexandre Mattos, por toda experiência que ele tem, e vamos resolver esse probleminha pontual, que eu não concordo e que já orientei o Alexandre nesse sentido. As providências serão tomadas internamente, sem grandes alardes", concluiu Sette Câmara.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!