Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » ATLÉTICO-MG

Presidente do Atlético-MG elogia técnicos estrangeiros e vê nova safra de grandes nomes do Brasil

Sérgio Sette Câmara disse ter dificuldade para encontrar qualificação fora da lista de técnicos brasileiros já consagrados

Gabriela Santos Publicado em 30/03/2020, às 08h20

Presidente do Atlético-MG elogia técnicos estrangeiros e vê nova safra de grandes nomes do Brasil
Presidente do Atlético-MG elogia técnicos estrangeiros e vê nova safra de grandes nomes do Brasil - Youtube/ TV Galo

Não é novidade que Sérgio Sette Câmara, presidente do Atlético –MG, tem dado prioridade a técnicos estrangeiros. No início do ano, contratou o venezuelano Rafael Dudamel, que acabou demitido em fevereiro. Para substituir, fechou com o argentino Jorge Sampaoli.

Em entrevista ao Canal Fox Sports, Sette Câmara admitiu que, nos últimos anos, teve dificuldades para encontrar treinadores brasileiros qualificados, sem fugir da lista dos nomes já consagrados.

“Eu te digo que, com certeza, nós tivemos muitas dificuldades de encontrar nomes de treinadores brasileiros que pudessem chegar aqui e sacudir o clube, sem sair daquela lista de treinadores que há muito tempo estão aí: O Cuca, o Vanderlei (Luxemburgo), o Mano, o Felipão... São todos treinadores excepcionais, mas eu acho que a vida desses treinadores estrangeiros, e notadamente a do Jesus, acendeu uma luzinha no sentido de que há necessidade de implementar algo de novo”, disse.

"Tudo bem que ele tem um elenco excepcional, sem dúvida, mas se a gente for ver, um grande treinador, que eu gosto muito como pessoa e como profissional, que é o Abel (Braga) teve esse mesmo elenco e não conseguiu extrair do elenco o que o Jesus conseguiu", acrescentou.

Para o presidente do Galo, o futebol brasileiro enfrenta uma "entressafra" de treinadores, mas disse que o cenário está começando a mudar. Para reforçar sua visão, ele citou o trabalho de Rogério Ceni no Fortaleza e também Rodrigo Santana, que comandou o Atlético-MG no ano passado e atualmente está no Avaí. De acordo com Sette Câmara, Rodrigo estará entre os “gandes do Brasil”.

“É uma situação de entressafra que estamos vivendo aqui. Mas eu acredito que existam treinadores surgindo. Tivemos aqui o Rodrigo Santana, que está no Avaí, e eu diria a você que eu tenho certeza que será um dos grandes treinadores do Brasil”, comentou Sette Câmara.

“O Rogério Ceni, como a gente tem visto, tem se saído muito bem também. Já temos uma nova safra, e é uma questão de tempo de aprimoramento para a gente ter, de novo, a maioria de treinadores brasileiros dirigindo bem os clubes do Brasil”, acrescentou.

No ano passado, Rogério Ceni esteve na mira do presidente do Galo, mas optou por permanecer no Fortaleza. Outro jovem treinador que teve a oportunidade no Galo foi Thiago Larghi, que era auxiliar de Oswaldo de Oliveira e assumiu a equipe em 2018, com a demissão de Oswaldo. Larghi ainda não encontrou outra oportunidade de trabalhar na função, sendo ligado à vaga no Vasco da Gama.


5 itens essenciais para os torcedores do Atlético Mineiro

1- Chaveiro de Metal Atlético - https://amzn.to/2MEXNK6

2- Copo Térmico Inox  Atlético - https://amzn.to/2BxzabF

3- Escova Dental Torcedor Atlético - https://amzn.to/2MCj8nn

4- Canivete Multiúso Atlético - https://amzn.to/2PctD2b

5- Fone de Ouvido Atlético - https://amzn.to/2o7SKrX

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!