Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » VISH!

Praticamente rebaixado, Vanderlei Luxemburgo joga toalha no Vasco: "Não posso enganar o torcedor"

Treinador vascaíno demonstrou toda sua insatisfação com os erros de arbitragem no Brasileirão

Redação Publicado em 21/02/2021, às 18h05 - Atualizado às 19h05

Vanderlei Luxemburgo em ação
Vanderlei Luxemburgo em ação - GettyImages

O Vasco praticamente encerrou sua participação no Campeonato Brasileiro com um rebaixamento para a série B da competição. Depois de um empate em 0 a 0 contra o Corinthians, o cruzmaltino permaneceu no Z-4 e agora precisa vencer o Goiás na última rodada por 12 gols de diferença para permanecer na primeira divisão. 

Em entrevista coletiva, depois do jogo, Vanderlei Luxemburgo deixou claro que não quer enganar o torcedor vascaíno. O treinador praticamente jogou a toalha sobre a permanência do Gigante da Colina na série A do Brasileirão. 

"Eu não posso enganar o torcedor: se falar em ganhar do Goiás e fazer 12 gols, estou enganando. Mas há um jogo sob júdice. Lá houve um erro gravíssimo. Tanto que o STJD deu um parecer para a CBF mostrar o vídeo e os áudios da partida contra o Inter. Esse jogo é importante para moralizar o campeonato. Ele manchou o Brasileirão. O juiz e o VAR comemteram erros gravíssimo, o pior foi a não consulta ao VAR. É complicado", disse.

Ele ainda continuou falando sobre as chances do Vasco permanecer na elite do futebol nacional e voltou a dizer que não acredita mais nessa possibilidade.

"Eu vim para o Vasco por 12 jogo. Falaram que colocaria a carreira em risco. Não tenho essa preocupação, a minha carreira está aí. Eu estou à disposição do Vasco para uma reconstrução. Se o Vasco entender que eu posso ajudar, estou pronto. Nos últimos três anos, o VAsco beira do rebaixamento. Uma hora... Não tenho nenhum problema de trabalhar na Série B. A minha proposta era deixar o Vasco não cair, não conseguimos. Caímos não hoje, mas em um processo crescente de muito tempo. Acabou que não teve como recuperar", afirmou.

Luxa ainda se colocou para ajudar o Vasco na série B do Brasileirão: "Daqui você começa uma reconstrução, pagamento, vai ter uma perda substancial de receita. Coloquei que se o Vasco não se mantivesse na Primeira Divisão, eu não queria receber. Se a diretoria quiser que eu permaneça, estou propenso a negociar. Durante minha vida profissional, ganhei muito dinheiro. Agora é uma questão moral. Quero ajudar o Vasco da Gama a se reconstruir. Já participei de vários clubes que se reconstruíram. Vou discutir de uma realidade dentro de Segunda Divisão".


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!