Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » QUESTÃO FINANCEIRA

Por atraso no pagamento dos salários, funcionários do Vasco param de trabalhar

Diretor financeiro do clube afirmou que não há previsão de pagamento

Izabella Macedo Publicado em 12/02/2020, às 19h26

Por atraso no pagamento dos salários, funcionários do Vasco param de trabalhar
Por atraso no pagamento dos salários, funcionários do Vasco param de trabalhar - GettyImages

No dia em que o Vasco estreia na Copa do Brasil diante do Altos às 21h30, no Piauí, a crítica situação financeira do Vasco ganhou mais um capítulo e foi responsável por mover protesto em São Januário.

O Cruzmlatino está de olho na premiação de R$ 72,4 milhões da competição nacional, que poderia resolver boa parte das dívidas atuais do clube. No entanto, enquanto os bons ventos não sopram para o Vasco, os problemas internos não param de crescer.

Com o objetivo de cobrarem esclarecimentos a respeito dos atrasos de salário, os funcionários que trabalham na manutenção do clube foram orientados por seus superiores a pararem de trabalhar até que alguém do departamento financeiro conversasse com eles sobre o valor que eles tem a receber.

Segundo o colunista Gilmar Ferreira, do Extra, como ninguém apareceu antes do meio-dia, depois da orientação dos seus responsáveis, o grupo foi almoçar e ficou parado até Anderson Santos, diretor financeiro do Vasco, atendê-los às 14h30.

Anderson, por sua vez, afirmou que não teria como dar uma previsão para o pagamento, mas que a curto prazo, existe a possibilidade de serem liberadas receitas vindas de patrocínios da Caixa e da Havan. Além da premiação do campeonato, é assim que a gestão do presidente Alexandre Campello trabalha para amenizar as dificuldades.

No último dia 6, a Justiça do Trabalho determinou desbloqueio de R$ 5 milhões do contrato com a Caixa para pagamento de funcionários, o que ainda não aconteceu efetivamente. O valor está preso desde 2017 porque o clube não tem a Certidão Negativa de Débito (CND).

Após a conversa, que durou cerca de 20 minutos, os funcionários voltaram ao seus postos de trabalho, mas não com força máxima, eles fizeram somente o indispensável em suas funções.

O débito com os funcionários foi dividido em categorias diferentes. Quem ganha até R$ 1,8 mil tem os meses de dezembro, 13º e janeiro em aberto. Quem recebe mais do que esse valor, tem o mesmo a ser quitado e mais a folha de novembro. Com prestadores de serviço, a dívida também contempla setembro.


5 itens essenciais para todos os Vascaínos

1- Drinking Game Vasco - https://amzn.to/2JbROdp

2- Os Dez Mais do Vasco da Gama - https://amzn.to/2P6G5kg

3- Tábua de Churrasco Vasco - https://amzn.to/33OLr7J

4- Boné New Era Vasco - https://amzn.to/2P8whGi

5- Caneca Térmica Vasco - https://amzn.to/2JbRWJQ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.


 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!