Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » RACISMO

Polícia Búlgara prende torcedores após atos nazistas!

Após a identificação de 4 suspeitos, a polícia afirmou que haverá mais prisões

Isabelly Cristaldo Publicado em 16/10/2019, às 11h13

Polícia prende torcedores após ofensas contra negros em partida
Polícia prende torcedores após ofensas contra negros em partida - GettyImages

O jogo da última segunda-feira, 14, entre Inglaterra e Bulgária foi marcado por preconceito e atos nazistas.

Alguns torcedores Búlgaros, que estavam de preto e inconformados com a derrota de 6 a 0 para o rival, pronunciaram palavras de ódio e fizeram saudações nazistas, voltadas aos jogadores negros da Seleção Inglesa.

Porém, após o absurdo, a polícia Búlgara prendeu nesta quarta-feira, 16, quatro torcedores identificados no ato.

Conforme um comunicado divulgado pelo Ministério do Interior Búlgaro, além dos quatro, mais prisões podem ocorrer ao longo do dia, em especial dos suspeitos que estão fora da capital do país.

O presidente Rumen Radev também se pronunciou e disse que o foi um “incidente muito desagradável” para a Bulgária e relembrou que o país salvou mais de 50 mil judeus durante a Segunda Guerra Mundial.

Na terça-feira, 15, o Ministério das Relações Exteriores também havia se defendido e citou a embaixadora do Reino Unido para afirmar que a Bulgária não é um país racista. Nas manchetes, os jornais ingleses classificaram os Búlgaros como “vergonha nacional” e “idiotas”.

GettyImages

 

GettyImages

 

DEFENDEU!

O goleiro búlgaro, Plamen Iliev, defendeu os torcedores de seu país: "Sendo honesto, eu acredito que (os torcedores) se comportaram bem. Não houve nenhum abuso e acho que eles (jogadores ingleses) exageraram um pouco. O público estava numa boa. Não escutei palavrões para os nossos ou para os jogadores deles"

A entrevista foi dada para o portal de notícias britânico The Guardian.

Ele não foi o único que relevou o acontecido. O treinador da Seleção da Bulgária, Krasimir Balakov, também deu falou sobre o assunto e, ainda, acusou os torcedores ingleses de insultar os búlgaros: "Pessoalmente não escutei nada. Mas tenho que dizer que os torcedores ingleses vaiaram o hino da Bulgária. Durante o segundo tempo, usaram palavras contra nossos torcedores que achei inaceitáveis"

Apesar de todas as declarações polêmicas dadas pelo goleiro e pelo treinador, o capitão da Seleção, Ivelin Popov, contrariou os compatriotas e repudiou as ações de sua torcida: "Racismo é um problema mundial que precisa ser erradicado. Você acha que um jogador estrangeiro vai querer jogar na Bulgária depois do que aconteceu?". 

A Inglaterra está em primeiro no Grupo A das Eliminatórias para a Eurocopa. Por outro lado, a Seleção da Bulgária amarga a última posição, com apenas três pontos, empatada com Montenegro.

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!