Sportbuzz
Testeira
Futebol / LAMENTÁVEL!

Partida entre PSG e Istanbul Basaksehir é suspensa após acusação de racismo

Atletas do time turco acusaram o quarto árbitro de proferir ofensas racistas e jogadores decidiram deixar o gramado

Redação Publicado em 08/12/2020, às 16h45 - Atualizado às 19h15

Demba Ba liderou movimento para jogadores deixarem o gramado - GettyImages
Demba Ba liderou movimento para jogadores deixarem o gramado - GettyImages

Na tarde desta terça-feira, 08, PSG e Istanbul Basaksehir se enfrentaram na última rodada da fase de grupos da Champions League. No entanto, a partida foi paralisada aos 16 minutos do primeiro tempo por conta de uma confusão no banco de reservas do time turco.

Depois da situação, o árbitro do jogo se dirigiu ao banco e ouviu uma acusação da comissão técnica do Istanbul. Segundo eles, o quarto árbitro Sebastian Colţescu teria proferido uma ofensa racista contra Pierre Webó, ex-atacante e membro da comissão técnica do time turco.

Após o episódio, os jogadores iniciaram a acusação e Pierre Webó acabou sendo expulso.

O jogo ficou paralisado por um longo período até que as autoridades definissem o que deveria ser feito. No meio da acusação, Demba Ba liderou o movimento e pediu para que os jogadores deixassem o campo de jogo e foi exatamente o que aconteceu.

Os atletas do Istanbul Basaksehir e do PSG partiram para o vestiário e a partida foi interrompida. Após a suspensão do duelo, as informações foram sendo confirmadas. Durante a transmissão oficial é possível escutar o atacante Demba Ba proferir a seguinte frase:

"Você nunca diz ‘aquele cara branco’, você diz ‘aquele cara’. Me escute, por que quando você menciona um cara negro você diz “aquele negro ali?", disse Demba Ba.

POSIÇÃO DA UEFA

De acordo com a TV francesa RMC, a UEFA definiu que o jogo seria retomado ainda nesta terça-feira, 08, a partir das 18h (horário de Brasília). No entanto, o Istanbul seguiu firme na luta contra o racismo e garantiu que não voltaria ao campo.

Diante disto, a UEFA suspendeu a partida mais uma vez e afirmou que traria novas informações em breve. 

Após longa indefinição, a organização definiu a nova data para o confronto entre PSG e Istanbul Basaksehir. De acordo com a entidade, o jogo será disputado nesta quarta-feira, 09, 14h55 (horário de Brasília).

Vale lembrar que a partida será retomada a partir dos 14 minutos, momento em que o jogo foi interrompido após o caso de racismo relatado pelos jogadores e membros da comissão técnica do Istanbul.

POSIÇÃO DE NEYMAR JR E MBAPPÉ

Através da transmissão oficial do Esporte Interativo, as imagens mostraram Neymar Jr e Mbappé insistindo para que a partida fosse suspensa e que o quarto árbitro deveria ser retirado do gramado.

"Se ele não sair, não vamos jogar", disseram Neymar e Mbappé.

POSIÇÃO DE RAFAEL

Em contato com o site Esporte Interativo, o lateral Rafael, que defende o Istanbul, afirmou que os jogadores não querem retornar ao gramado. De acordo com o brasileiro, se um atleta não voltar, ninguém volta.

POSIÇÃO OFICIAL DO ISTANBUL

Através das redes sociais, o time turco informou quais foram os reais motivos para que os jogadores decidissem abandonar o duelo diante do PSG.

"No jogo do Paris Saint Germain, os nossos jogadores de futebol decidiram não voltar ao campo devido ao racismo do 4º árbitro Sebastian Coltescu contra o nosso assistente técnico Pierre Webo. Apresentamos ao público estas informações", escreveu a equipe.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!