Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / EITA!

Palmeiras no mercado da bola: Leila abre o jogo sobre reforços

O Palmeiras deve agitar o mercado da bola durante as próximas semanas, e Leila Pereira abriu o jogo sobre a chegada de novos reforços

Leila Pereira falou em relação ao mercado da bola no Palmeiras e avisou que deverá reforçar o time - Cesar Greco / Palmeiras
Leila Pereira falou em relação ao mercado da bola no Palmeiras e avisou que deverá reforçar o time - Cesar Greco / Palmeiras

Leila Pereira abriu o jogo sobre o mercado da bola no Palmeiras. Com a janela de transferência sendo aberta para a Europa, a tendência é de que o Verdão sofra com o assédio de alguns clubes em relação às suas principais peças. Ao mesmo tempo que seus jogadores despertam interesse, o Verdão também promete buscar reforços para dar ainda mais opções para Abel Ferreira

Em entrevista para o site "Globo Esporte", Leila Pereira não citou quantidade e nem nomes, mas garantiu que o Palmeiras vai se movimentar neste mercado da bola. A expectativa dela é de que alguns novos atletas cheguem para fazer parte do elenco de Abel Ferreira. No entanto, a presidente garantiu que não tem pressa para definir as negociações e que opta por honrar os seus compromissos antes de realizar qualquer transferência. 

"Estamos no mercado, em busca de contratações. Mas às vezes a velocidade das contratações não é a que o torcedor espera. Sou pés no chão. O grande diferencial do Palmeiras é que administramos realmente de forma profissional. Honramos rigidamente os pagamentos dos nossos atletas, profissionais e colaboradores. Não posso, em hipótese nenhuma, deixar de honrar os compromissos para fazer contratações com valores que o Palmeiras não pode arcar", afirmou.

Segundo Leila Pereira, o Palmeiras não vai cometer loucuras e manterá os pés no chão: "Estamos no mercado para fortalecer o elenco, com pés no chão. Não vou pagar valores três vezes acima, porque as pessoas acham que o Palmeiras está rico e não é assim. Temos uma situação equilibrada, em busca de oportunidades, mas sem onerar demais o nosso clube. Preciso continuar pagando em dia os salários dos nossos colaboradores".

Abel Ferreira, técnico do Palmeiras
Abel Ferreira, técnico do Palmeiras (Créditos: Getty Images)

Além disso, Leila Pereira ainda aproveitou para alfinetar os rivais endividados e pediu pela instauração de um fair play financeiro: "Inúmeros clubes do Brasil não honram e acho difícil. É penalizado o clube organizado, que paga suas contas em dia, enquanto times contratam de forma irresponsável e vão competir esportivamente no mesmo nível que o Palmeiras. Poderíamos pensar em um fair play financeiro para moralizar ainda mais o futebol".