Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » VISH!

Palmeiras: Leila Pereira dá invertida em Emerson Sheik, cutuca Paulo Nobre e abre o jogo sobre presidência do Verdão

A presidente da Crefisa e conselheira do clube também abriu o jogo sobre o mundial de 1951

Redação Publicado em 12/01/2021, às 13h39 - Atualizado às 14h37

Leila Pereira em ação
Leila Pereira em ação - Instagram

Leila Pereira se tornou uma das principais peças na reconstrução do Palmeirasnas últimas temporadas. Conselheira do clube e presidente da Crefisa, ela possui muitos objetivos para a sua passagem pelo Verdão, inclusive, quer comandar o Conselho Deliberativo da equipe neste ano. 

Em entrevista para o programa  "Arena SBT", comandado por Benjamin Back, Leila deixou claro as suas pretensões dentro do time paulista.  Questionada sobre ser presidente do Palmeiras, a empresária optou por não se pronunciar em relação ao assunto e falou de um outro objetivo. 

"Sou candidatíssima à eleição do conselho deliberativo no dia 6 de fevereiro. É muito cedo para falar sobre candidatura para presidente. Hoje eu não posso ser. Eu preciso ser reeleita conselheira primeiro, e é para isso que estou trabalhando bastante. Sou presente no clube social, parceira do nosso presidente. Não sou diretora, sou uma conselheira, e gostaria muito de ser reeleita. Depois é outra história" , disse. 

A conselheira do Verdão também foi perguntada sobre um atrito entre ela e Paulo Nobre. Leila Pereira deixou claro que, a presença do ex-presidente do clube nos bastidores não a incomoda e nem interfere em seu crescimento dentro da instituição. 

"Eu não pulo etapas, na minha vida eu sempre tive foco, objetivos. Meu objetivo hoje é ser reeleita conselheira do Palmeiras. Conseguindo isso, que vou ficar extremamente feliz, e aí é outro papo. E esse problema com o Paulo, se ele vai ser candidato ou não para conselheiro, é completamente insignificante pra mim", explicou.

Ela ainda seguiu: "Ele sendo ou não, eu sigo sendo candidata. Cria-se uma polêmica entre mim e esse ex-presidente que é completamente injustificada. Sigo meus objetivos independentemente do meu concorrente. Não tenho medo de ninguém. Eu olho para frente, não para trás". 

Outra declaração de Leila que chamou atençã foi em relação ao Mundial de 1951. O responsável por fazer a pergunta sobre o tema foi Emerson Sheik, que a questionou sobre um possível inédito título da competição, caso o Palmeiras vença essa edição da Libertadores.

"Nós somos campeões mundiais, sim. Nós fomos os primeiros a conquistar. Não vem com esse papo bobo. O que vocês pensam não importa para nós palmeirenses.", concluiu.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!