Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / EITA!

Palmeiras: Leila abre o jogo sobre saída de Veron e novos reforços

Palmeiras recentemente se moveu mais no Mercado da Bola com algumas contratações e a venda de Gabriel Veron, mas não deve parar por aí no momento

Redação Publicado em 26/07/2022, às 16h31

Presidente do Palmeiras, Leila Pereira - Fabio Menotti/Palmeiras/Flickr
Presidente do Palmeiras, Leila Pereira - Fabio Menotti/Palmeiras/Flickr

O Palmeiras recentemente se movimentou mais no Mercado da Bola com relação aos demais times do país. Nisso, o clube promoveu as chegadas de Miguel Merentiel e José López e a venda de Gabriel Veron, mas a ideia é que o clube paulista não pare por aí, e siga de olho em diversos nomes com o objetivo de fazer pelo menos mais algumas contratações.

Como a janela de transferências está aberta de novo, a presidente do clube Alviverde, Leila Pereira admitiu que a diretoria segue avaliando a possibilidade de contratar novos reforços para o atual grupo, mas apesar disso, ela também não deixou com que as expectativas ficassem tão altas, ressaltando as limitações do atual momento.

"O Palmeiras está sempre aberto a oportunidades. Estamos em busca de reforços para deixar nosso elenco mais forte, sim. Isto quem define é a nossa comissão técnica e nosso treinador. Estaremos sempre atentos ao mercado para boas situações onde possamos trazer sempre os melhores para o Palmeiras", disse antes de completar.

"Vocês sabem, não somos ilimitados. Como todo clube brasileiro, temos problemas de fluxo de caixa e precisamos de responsabilidade financeira. Nossa prioridade é sempre esportiva. Estamos aqui sempre para conquistar títulos, é só o VAR não nos prejudicar novamente", contou a presidente durante o encontro de presidentes promovido nesta terça-feira, 26, na CBF.

Ex-jogador do Palmeiras, Gabriel Veron
Ex-jogador do Palmeiras, Gabriel Veron (Crédito: GettyImages)

A venda de Veron

Além de falar das chegadas, a mandatária do Palmeiras também defendeu o modelo de negócio que o clube adotou com o Porto, de Portugal, para conseguir fechar a venda recente de Gabriel Veron. Do total dos 10 milhões de euros, cerca de R$ 55,4 milhões, o Alviverde ficou com 80%, algo em torno dos R$ 44,4 milhões, valor que não agradou a todos os torcedores.

"Se ele pudesse ser vendido por mais, certamente seria vendido. Jamais prejudicaria um ativo do Palmeiras. O Veron foi vendido pelo valor dele hoje. O que foi há dois anos e meio atrás... Eu já tive 20 anos, hoje não tenho mais. É hoje. Se no passado valia mais, ele não estava à venda. Hoje o valor dele é este, daqui a um, dois anos pode ser outro. Temos de avaliar o mercado atual", explicou.

Além da questão financeira, Leila ainda admitiu que a sequência de lesões e os problemas fora de campo interferiram de alguma forma na decisão final de vender o jogador. A presidente contou que foi a melhor saída para todos os lados com a negociação do jogador, que apesar de ter sido revelado na base do clube, não estava rendendo como antes.

"(O Veron) Foi eleito melhor jogador (da Copa do Mundo sub-17) há dois anos e meio atrás e isto valoriza, óbvio e hoje em virtude de lesões, de não ter participado de muitos jogos, uma vida extracampo meio difícil, complicada. O melhor para o atleta e para o Palmeiras foi negociá-lo, sem dúvida. E torço para que ele faça muito sucesso na Europa, entendeu? E que retome estes valores que vocês acham que ele vale", finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!