Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / EITA!

Palmeiras adota postura polêmica após derrota para São Paulo na Copa do Brasil

O Palmeiras tomou uma postura diferente da que está habituado e optou pelo silêncio após derrota para o São Paulo na Copa do Brasil; Leila justificou

Após a derrota para o São Paulo na Copa do Brasil, o Palmeiras não conversou com jornalistas; Leila Pereira fez aviso - Cesar Greco / Palmeiras
Após a derrota para o São Paulo na Copa do Brasil, o Palmeiras não conversou com jornalistas; Leila Pereira fez aviso - Cesar Greco / Palmeiras

Após a derrota para o São Paulo na Copa do Brasil, o Palmeiras não conversou com jornalistas. Nem João Martins e nem o elenco do Verdão foram permitidos a falar, e quem fez o aviso antes da bola rolar foi Leila Pereira. Durante a noite da última quarta-feira. 5, na chegada da delegação palmeirense ao Morumbi, a presidente anunciou que nenhum profissional iria se pronunciar sobre o clássico. A atitude se deve pela polêmica com a CBF na última rodada do Brasileirão

"Nossos atletas não vão falar, o João não vai falar. Isto não é retaliação com a imprensa, de maneira alguma. Tenho profundo respeito pelo trabalho de cada um de vocês, sou jornalista como vocês, mas neste momento, em virtude da nota tão pesada que a CBF emitiu pelas declarações do João, achei melhor blindar nosso elenco e comissão técnica", anunciou Leila Pereira. 

E de fato essa promessa de Leila Pereira se realizou. Nenhum atleta do Palmeiras ou qualquer profissional do clube parou para falar com a imprensa. O clube não realizou entrevista coletiva e deixou João Martins sair do Morumbi sem dar qualquer tipo de resposta sobre a derrota na Copa do Brasil. Antes da partida, ainda em pronunciamento oficial, ela rebateu Seneme e aproveitou para dar uma resposta aos críticos que dizem que a presidente não se movimenta na CBF. 

"Boa parte da imprensa séria e outras também ficam cobrando que o Palmeiras não faz trabalho de bastidor, mas é um trabalho sigiloso. Quem diz que o Palmeiras não faz trabalho de bastidor? O Palmeiras faz, sim, trabalho de bastidor. A presidente do Palmeiras é recebida em todos os jogos, o Palmeiras é um clube que tem muita credibilidade, a presidente também e somos recebidos bem em todos os lugares. O Palmeiras tem um problema não com a CBF, mas com a comissão de arbitragem, que tem prejudicado demais nosso clube", explicou. 

João Martins
João Martins em ação durante a partida entre Palmeiras e Athletico-PR no Brasileirã (Crédito: Cesar Greco/Palmeiras)

Segunda Leila Pereira, em todos os pronunciamentos do Palmeiras, é ela quem escreve e coloca uma posição do clube: "Todas as vezes que o Palmeiras emite é uma nota, é da presidente Leila Pereira. Nunca sai uma nota sem minha concordância. Quem transmite o que tem de ser dito na nota, sou eu. Falei pela nota, mas era importante a presidente falar ao vivo para vocês jornalistas".

"Nesses momentos a presidente tem que se manifestar, tentei de outras formas resolver esse problema grave com a arbitragem, não é a primeira vez que o Palmeiras é prejudicado, ano passado nós fomos retirados da Copa do Brasil por um erro assumida da arbitragem contra o Palmeiras. Tivemos um prejuízo financeiro, esportivo e até psicológico porque a gente trabalha muito, eu trabalho muito e nossos atletas", finalizou.