Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » COLETIVA!

Palmeiras: Abel Ferreira projeta disputa do Mundial e desabafa sobre intensa sequência de jogos

Treinador português ainda analisou o empate conquistado diante do Botafogo

Redação Publicado em 03/02/2021, às 06h39

Abel Ferreira tem se destacado no comando do Palmeiras
Abel Ferreira tem se destacado no comando do Palmeiras - GettyImages

Na tarde da última terça-feira, 02, o Palmeiras disputou a 33ª rodada do Brasileirão diante do Botafogo. Com foco total no Mundial de Clubes, a equipe até saiu na frente do placar, mas acabou levando o empate.

Logo após o jogo, Abel Ferreira concedeu entrevista coletiva e analisou o empate conquistado. Segundo ele, a cobrança pelo resultado não pode ser feita por conta da preparação realizada pelo Palmeiras antes da partida.

“Não há muito a tirar deste jogo. O próprio adversário veio com garotos. Dar oportunidade para quem quer se mostrar, o adversário praticamente na segunda divisão, chegaram aqui soltinhos e leves. Nossa equipe sabia que na segunda parte ia ter mais dificuldade para entrar na baliza do adversário fruto da má preparação que fizemos para esse jogo, o que é normal”, analisou Abel Ferreira.

Como não poderia ser diferente, o tema principal da entrevista foi a disputa do Mundial de Clubes. Sem querer entrar em muitos detalhes, Abel Ferreira pregou a importância do Palmeiras se concentrar na disputa do torneio a partir de agora.

“Primeiro é dar parabéns pelo o que conseguiram. A montanha era muito alta. Conseguimos ir lá em cima. Agora temos de descer. O Mundial agora é uma montanha ainda maior do que foi a Libertadores. Temos de ter calma, paciência, e preparar esse jogo a partir de hoje. Por isso que as perguntas que me fizeram anteriormente, estava preparando para o Botafogo e perguntas o que vai acontecer? É um jogo de cada vez”, projetou.

Para finalizar, Abel Ferreira também desabafou sobre a intensa sequência de jogos da temporada. Para ele, a utilização dos jogadores nas partidas faz parte de um planejamento de ritmo de jogo, apesar da maratona enfrentada pelos atletas.

“Aqui nem tempo para respirar há porque são jogos atrás uns dos outros (risos). Não é fácil esses jogadores que jogaram hoje. Era muito fácil meter o sub-20, mas também dar oportunidade para ter ritmo de jogo e estarem preparados. Temos uma série de dias até o Mundial e temos ambições nesta competição”, concluiu.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!