Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » FORÇA, NEY!

#Neyday: Neymar ganha apoio de fãs nas redes sociais, mas é criticado por revista e comparado a Ronaldinho

Atacante publicou apenas uma mensagem religiosa depois da expulsão pelo PSG

Redação Publicado em 05/04/2021, às 08h14

Neymar, jogador do PSG
Neymar, jogador do PSG - GettyImages

Após a expulsão de Neymar na partida entre Paris Saint-Germain Lille, no último sábado, 3, o jogador publicou apenas uma mensagem religiosa em suas redes sociais e não se pronunciou diretamente sobre o assunto.

O craque brasileiro foi duramente criticado pela imprensa francesa, mas ganhou apoio dos seus seguidores do "Twitter" na manhã desta segunda-feira, 5, com o já famoso "NeyDay".

Mesmo que esse tipo de mensagem seja direcionado ao jogador somente em dia de jogo, sendo que o PSG encara o Bayern somente na quarta-feira, 7, pela Liga do Campeões, os fãs foram até as redes sociais para incentivar o jogador.

Neymar, entretanto, não se empolgou e desde sábado, fez apenas uma publicação nas redes sociais, não falando nem mesmo sobre "Big Brother Brasil", assunto que sempre comenta.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por ene10ta Érre 🇧🇷 👻 neymarjr (@neymarjr)

 

Sobre isso, a "France Football" não poupou críticas ao brasileiro, que pode pegar até três jogos de suspensão por conta do lance.

"Neymar ainda está na categoria dos grandes jogadores?", escreveu a publicação, sublinhando que, além da expulsão, Neymar também seguiu com "Seu show ridículo" no túnel dos vestiários do Parque dos Príncipes.

"Apesar de toda a sua experiência e de todo o seu talento, Neymar nunca vai amadurecer e nunca vai conseguir ficar focado apenas no campo, apenas na partida, e em nada mais", completou.

Ex-jogador da SeleçãoFrancesa, do PSG e do Barcelona, LudovicGiuly também criticou duramente Neymar e o comparou a RonaldinhoGaúcho.

"Creio que Neymar e Ronaldinho têm trajetórias parecidas. Ambos são jogadores que possuem tudo, mas que não se doam o suficiente para chegar ao nível mais alto. Possuem exatamente a mesma natureza. Poderiam ser os melhores do mundo por uma década, e não só por dois", afirmou o ex-atacante em entrevista à emissora "Telefoot".


 
 

 

 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!