Sportbuzz
Testeira
Futebol / VISH!

Neto diz que Otamendi é "bandido" e pede por "um Felipe Melo" na Seleção

Neto ficou indignado com a cotovelada de Otamendi em Raphinha e destacou a falta de um "Felipe Melo" na Seleção Brasileira

Redação Publicado em 17/11/2021, às 17h11 - Atualizado às 17h25

Otamendi deu forte cotovelada em Raphinha e Neto perdeu a paciência - GettyImages
Otamendi deu forte cotovelada em Raphinha e Neto perdeu a paciência - GettyImages

Nesta quarta-feira, 17, depois da partida entre Argentina e Brasil, Neto soltou o verbo em relação a cotovelada de Otamendi em Raphinha. O apresentador, durante seu programa "Os Donos da Bola", demonstrou toda a sua insatisfação com o zagueiro albiceleste e aproveitou para pedir um "Felipe Melo" na Seleção Brasileira. 

Começando pelo zagueiro da Argentina, Neto declarou que Otamendi é um "bandido" por ter agredido Raphinha daquela maneira. Demonstrando total insatisfação com o ocorrido, o ex-jogador do Corinthians aproveitou para detonar e condenar a atitude do zagueiro argentino na partida válida pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo. 

Esse Otamendi foi um bandido, vagabundo, safado! Ele foi covarde e agrediu o Raphinha! Se pega no dente, quebra o dente do menino! Vagabundo!”, afirmou. Neto não parou por aí, o apresentador também aproveitou para dar um puxão de orelha nos jogadores da Seleção Brasileira e pediu para que tivesse uma espécie de Felipe Melo no atual elenco canarinho. 

Nenhum jogador do Brasil foi tirar satisfação! Nenhum! O Éder Militão depois ficou rindo com o De Paul. Tinha que ter um Felipe Melo na seleção para dar no meio do Messi!”, completou. Neto ainda detonou a arbitragem do confronto e finalizou dizendo que: “Andrés (Cunha), você foi uma titica! Para não falar que você é uma merda!”.

CONMEBOL DIVULGOU DECISÃO DO VAR SOBRE COTOVELADA EM RAPHINHA!

Nesta quarta-feira, 17, os árbitros Andrés Cunha e Esteban Ostojich foram punidos pela CONMEBOL por erros cometidos na partida entre Argentina e Brasil. A partida, que terminou empatada, ficou marcada por um lance que gerou muita reclamação do lado brasileiro.

Em uma disputa de bola próxima à linha de fundo, Otamendi deixou o cotovelo no rosto de Raphinha, que deixou a jogada com a boca sangrando. Mesmo vendo a lesão e analisando o lance no VAR, os árbitros optaram por aplicar apenas o cartão amarelo.

Responsável pela equipe do VAR na partida, Esteban Ostojich analisou o lance por todas as câmeras possíveis e disse que, apesar do lance contra com um braço erguido na altura do rosto, o lance configurava uma punição com cartão amarelo apenas.

"Eu considero que aqui o golpe é com o antebraço no rosto, com intensidade média. Sim, no rosto. Isto me parece que é falta, para cartão amarelo. Não considero cartão vermelho", falou Esteban.

Em resposta ao erro da arbitragem, a CONMEBOL divulgou uma nota classificando a ação de Otamendi como uma "conduta violenta contra um adversário colocando em risco a integridade física do mesmo com uso do braço no rosto". Com o erro, a entidade anunciou a suspensão dos árbitros por tempo indeterminado.

CONFIRA O ÁUDIO DO VAR!


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!