Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » ESPECIAL!

Relembre a conquista do Palmeiras no ano de 1951 e entenda a polêmica em torno do título!

Torcedores costumam pegar no pé da equipe paulista por conta do imbróglio em torno da competição

Redação Publicado em 04/02/2021, às 10h54

Palmeiras está de volta ao Mundial de Clubes
Palmeiras está de volta ao Mundial de Clubes - GettyImages

Neste domingo, 07, o Palmeiras faz sua estreia na disputa do Mundial de Clubes. Após conquistar o bicampeonato da Libertadores, a equipe carimbou o passaporte para a tão sonhada competição.

Porém, o Alviverde possui uma relação para lá de curiosa com o Mundial de Clubes. Isto porque o torneio é muito utilizado pelos rivais como forma de provocação, já que alguns consideram que o Palmeiras nunca ganhou um mundial.

Por outro lado, o Verdão confia no título conquistado no ano de 1951 e defende a conquista do primeiro Mundial. Além disso, muitas pessoas conectadas ao futebol também compactuam com a visão palmeirense.

Diante desta polêmica, o SportBuzz decidiu relembrar a conquista do Palmeiras na Copa Rio no ano de 1951 e tentar responder a seguinte pergunta: Mundial ou Copa Rio? Mesmo com os fatos sendo detalhados, a polêmica ainda deve continuar por muitos anos. Confira!

Palmeiras conquistou o bi da Libertadores (Crédito: GettyImages)

 

O QUE ERA A COPA RIO?

Com a ideia de organizar um campeonato mundial de clubes, a CBD (Confederação Brasileira de Desportos) convidou alguns times de futebol do exterior e os campeões dos estaduais de São Paulo e Rio de Janeiro para disputarem a competição. 

Vale destacar que a criação do torneio teve o aval de Jules Rimet, então presidente da Fifa. A escolha dos times participantes se deu através da classificação final da Copa do Mundo de 1950. Desta forma, os países mais bem ranqueados teriam direito a um representante na competição, além dos campeões do Paulistão e do Carioca. 

Com isso, o torneio foi dividido em dois grupos, que tinham quatro times cada.

GRUPO RIO DE JANEIRO

Vasco da Gama (campeão carioca de 1950)

Sporting (campeão português de 1950-51)

Áustria Viena (campeão austríaco de 1949-50 e terceiro colocado em 1950-51)

Nacional (campeão uruguaio de 1950)

GRUPO SÃO PAULO

Palmeiras (campeão paulista de 1950)

Juventus (campeão italiano de 1949-50 e terceiro colocado em 1950-51)

Estrela Vermelha (campeão iugoslavo de 1950-51 e vencedor da Copa da Iugoslávia de 1950)

Nice (campeão francês de 1950-51)

Breno Lopes foi o herói da conquista do Palmeiras (Crédito: GettyImages)

 

FORMATO DA DISPUTA

Em um modelo simples de classificação, as duas melhores equipes de cada grupo avançaram para as semifinais. Vasco da Gama, Áustria Viena, Juventus e Palmeiras se enfrentaram e a grande decisão foi formada entre os italianos e os palmeirenses.

Na disputa da final, o Palmeiras levou a melhor e levantou o troféu da Copa Rio de 1951. Os gols do jogo foram marcados por Liminha e Rodrigues. Na época, a comemoração foi bastante efusiva entre os torcedores.

QUAL É A POLÊMICA?

O principal argumento de quem não considera a Copa Rio de 1951 como um Mundial é que a competição não foi organizada pela Fifa. Contudo, o Palmeiras entrou com um pedido de reconhecimento do torneio como o primeiro campeonato Mundial de Clubes.

A solicitação foi feita apenas 50 anos depois da conquista da Copa Rio. Na resposta, a Fifa chancelou o Palmeiras como o primeiro campeão mundial da história. Porém, a entidade não agrupou a competição de 1951 com as disputas dos últimos anos.

Ou seja, o Verdão consta como campeão mundial, mas em um torneio com formato distinto do atual. Apesar da chancela da Fifa, muitos torcedores ainda colocam o Palmeiras fora da lista de campeões mundiais. E você? Considera a Copa Rio como um Mundial de Clubes?

Neste domingo, o Verdão vai em busca do bi ou do título inédito? Fica a questão para esta interminável polêmica.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!