Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICADO

Mosquito avalia nova derrota do Corinthians como normal e lamenta gols perdidos: "Não podemos errar"

Mosquito analisou a vitória do Atlético-GO diante do Corinthians no Brasileirão

Redação Publicado em 30/05/2021, às 20h19

Mosquito avalia derrota do Corinthians no Brasileirão - Transmissão Premiere
Mosquito avalia derrota do Corinthians no Brasileirão - Transmissão Premiere
Neste domingo, 30, o Corinthians estreou no Brasileirão do jeito que ninguém queria ver: com derrota. O Atlético-GO se saiu melhor que a equipe Alvinegra, e aproveitou que um pênalti foi desperdiçado, para triunfar. A atuação do Timão foi analisada por Gustavo Mosquito.
 
O atacante Gustavo Mosquito analisou como "normal" a derrota do Corinthians para o Atlético-GO na estreia do técnico Sylvinho e das equipes no Campeonato Brasileiro. Para ele, o Timão vive um processo de adaptação às ideias do treinador.
 
 
Já titular com Sylvinho, Mosquito ainda disse que o Timão conseguiu fazer um "belo jogo" na etapa final, momento em que Mateus Vital perdeu pênalti e rebote cara a cara com o goleiro Fernando Miguel.
 
"Acredito que seja normal. Estamos nos adaptando ao novo trabalho. No segundo tempo, fizemos um belo jogo. Erramos o pênalti, perdemos outros gols, não podemos errar. Mas é ajustar. Começo de trabalho, tudo diferente, vamos tentar nos adaptar o mais rápido possível. A equipe do Atlético-GO é muito bem montada, mas sabemos nosso potencial. Vamos com tudo para classificar na Copa do Brasil, que é muito importante para o clube", disse.
 
Agora, o Corinthians volta a campo na próxima quarta-feira, 2, às 21h30 (horário de Brasília), para enfrentar novamente o Atlético-GO, mas, dessa vez, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, na Neo Química Arena.
 

O jogo

 
O Atlético roubou a bola no campo de ataque, e Zé Roberto tocou para Natanael na linha de fundo. O atacante cruzou, e Gil tirou na hora certa. No entanto, o camisa 11 estava impedido.
 

Os visitantes trabalharam bem a bola no campo de ataque, Zé Roberto fez o passe de letra no meio, e Marlon Freitas deixou João Paulo na cara do gol. O camisa 10 domina e marcou, mas em posição de impedimento.

Aos 18, Gustavo Mosquito ficou com a sobra na área, pela esquerda, e bateu. A bola desviou na marcação e saiu pela linha de fundo. 
 
Em seguida, Vital lançou Ramiro na área, pela direita, e o volante bateu bonito de primeira. O chute foi no canto direito de Fernando Miguel, que se esticou todo para fazer a defesa.
 

Vital cruzou buscando Ramiro na área, e Igor Cariús conseguiu afastar. Na sobra, Lucas Piton apareceu para finalizar de primeira no gol de Fernado Miguel, que fez a defesa.

Já com 40, Camacho errou o passe no campo de defesa e entregou para João Paulo, que ajeitou para a direita na entrada da área. Ronald chegou batendo de chapa, mas mandou por cima do gol.
 
Quatro minutos depois, gol do Atlético-GO!
 
Natanal avançou na direita e tocou para Zé Roberto na beirada da área. O camisa 9 tocou em projeção para a passagem de João Paulo, em posição legal, e o camisa 10 do Dragão só devolveu para o centroavante marcar.
 
Na volta do intervalo, a bola foi alçada na área do Corinthians, e Luan tentou afastar o perigo com o chute, mas acabou mandando contra o próprio gol. A sorte do camisa 7 do Timão foi que a bola desviou em Marlon Freitas e foi para fora.
 
Aos 15 minutos, o Corinthians teve a chance de empatar. Gustavo Mosquito recebeu na direita, passou por Igor Cariús e recebeu o carrinho de Natanael. Foi pênalti para o Corinthians.
 
Na cobrança, Mateus Vital bateu no canto direito de Fernando Miguel, que fez a defesa. No rebote, Vital tentou o chute no outro lado, mas o goleiro do Atlético-GO se levantou rápido para fazer nova grande defesa. 
 
Aos 20 minutos, Gustavo Mosquito arrancou na direita e tocou para Luan na entrada da área. O camisa 7 dominou e bateu colocado buscando o ângulo, mas a bola foi parar em cima do gol, levando perigo.
 

Natanael cruzou com perigo na área do Corinthians, e Zé Roberto apareceu para cabecear com perigo. Cássio fez uma bela defesa, mas o lance foi paralisado por impedimento do camisa 9 do Dragão.

Com 40, Gustavo Mosquito lançou na grande área, Fernando Miguel saiu para tentar tirar, mas Jô antecipou e desviou de cabeça. A bola foi para trás, mas saiu pela linha de fundo. 

 
 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!