Sportbuzz
Testeira
Futebol / LIVERPOOL

“Mohamed Salah sempre terá uma tendência egoísta”, diz ex-jogador do Liverpool

Emile Heskey acredita que a fome de gols do egípcio é o que faz o jogador o artilheiro que é

Redação Publicado em 29/09/2020, às 10h55

Salah é o principal goleador do Liverpool - Getty Images
Salah é o principal goleador do Liverpool - Getty Images

É inegável a importância de Mohamed Salah para o Liverpool. Desde quando o egípcio chegou ao clube, em junho de 2017, o atacante egípcio marcou 97 gols em 156 partidas, e também foi responsável por 41 assistências. 

Com a camisa dos Reds, Salah conquistou quatro títulos, sendo eles a Champions League, Supercopa da UEFA, Mundial de Clubes e a tão sonhada Premier League, que o Liverpool não vencia há 30 anos.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Mohamed Salah (@mosalah) em

Mas a fome de gols do “Rei Egípcio”, apelido carinhoso que os torcedores do Liverpool deram para Salah, pode acabar sendo vista de uma forma egocêntrica. Mas para Emile Heskey, ex-jogador e atacante dos Reds, a mentalidade é normal para quem quer alcançar grandes números na carreira.

Acho que todos nós sabemos com Mo, ele está sempre perseguindo aquela Chuteira de Ouro, ele está sempre querendo marcar, sempre terá uma tendência egoísta. Há momentos em que você é um atacante altruísta em que você olha para ele e diz 'por que você não passou aquela bola?', Mas isso é o que você recebe dos artilheiros, de pessoas que vão marcar de 20 a 25 gols para você uma temporada”, disse Heskey.

Eles têm essa direção implacável em que querem aproveitar todas as oportunidades, querem marcar todas as chances. Eles querem tirar metas de você e você não quer tirar essa sequência implacável deles, porque é isso que os torna”, continuou.

O assunto do possível egoísmo de Salah surgiu após a partida do Liverpool contra o Arsenal nesta segunda-feira, 28, quando o egípcio tentou tirar a bola dos pés de Diogo Jota enquanto o português se preparava para chutar.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

EVERY. SINGLE. ANGLE. 😍 Enjoy @diogoj_18's beautiful debut goal again, and again, and again... #LFC #LiverpoolFC #Liverpool #Jota

Uma publicação compartilhada por Liverpool Football Club (@liverpoolfc) em

Ao ser questionado pelos entrevistadores da Sky Sports, Heskey afirmou que remover essa mentalidade de Salah poderia ser prejudicial para a equipe e para um jogador que vive o auge em que o egípcio está vivendo.

Foi isso que o tornou o ponta-de-lança e o goleador que é. Acho que ele tem que continuar fazendo o que está fazendo. Você não vai ficar feliz com isso, vai falar com ele no intervalo ou no final do jogo, mas isso é algo que você tem que superar em campo, você não pode pensar nessas coisas porque ainda tem um jogo para jogar”, explicou Heskey.

Depois do jogo, você tem que sentar e discutir essas coisas. Aquela pequena briga que eles tiveram com Mane também na temporada passada, eles superaram. Você aperta as mãos e segue em frente”, concluiu.

Emile Heskey entende muito bem da realidade vivida por Mohamed Salah, pois também foi uma estrela quando jogava pelo Liverpool. Nas cinco temporadas em que vestiu a camisa dos Reds, o inglês conquistou seis títulos e marcou 60 gols em 223 partidas.


Se você é um apaixonado pelo Liverpool, precisa conferir esses itens!

1. Liverpool Red Knitted Hat 

2.  Liverpool FC Players Encyclopedia VOLUME 1: you'll never walk alone (English Edition) 

3. Klopp: o Técnico Heavy Metal que Transformou Borussia Dortmund e Liverpool FC - e Está Mudando o Panorama do Futebol na Europa 

4. Liverpool FC 2018/19 Season: The Official Story (Inglês) Capa dura  

5. Make Us Dream 

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!