Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » DIEGO MARADONA

“Meu tio não queria viver”, revela sobrinho de Diego Maradona

Sobrinho mais próximo de Diego, Johnny Espósito morava com o tio e relatou como foram as horas antes da morte do ídolo

Redação Publicado em 02/02/2021, às 08h53

“Meu tio não queria viver”, revela sobrinho de Diego Maradona
“Meu tio não queria viver”, revela sobrinho de Diego Maradona - GettyImages

O sobrinho mais próximo de Deigo Armando Maradona, Johnny Espósito relatou pela primeira vez como foram as horas antes da morte do tio, em 25 de novembro de 2020. Em entrevista ao canal “KZO”, ele revelou que o ídolo argentino não queria viver. Johnny morava com Diego.

“No dia 24, (Maradona) estava bem, mas ele não queria viver, não se deixava ajudar. Não sei por que ele não lutou como sempre lutou. Eu acho que pode ter sido porque ele não conseguia mais chutar uma bola”, declarou Johnny, que é filho de María Rosa Maradona, uma das irmãs de Diego.

“Ele me disse ‘já vivi 60 anos e me privei de muitas coisas e não quero continuar assim’. Não sei se ele sentiu (que iria falecer), mas ele estava te dizendo ‘eu vivi até os 60, eu não quero mais’”, continuou.

Confira a entrevista de Johnny Espósito (em espanhol):

Diego Maradona morreu no dia 25 de novembro de 2020, aos 60 anos de idade, após uma parada cardiorrespiratória. O ídolo do futebol mundial estava na sua casa, em Tigre, na Argentina.

No início do mês de novembro, Maradona precisou ser operado de um hematoma subdural. Por decisão médica, ele permaneceu hospitalizado por conta de uma “baixa anímica, anemia e desidratação” e pelo quadro de abstinência ao vício em álcool.

Diego passou mal pela manhã do dia 25 e seis ambulâncias foram chamadas para atendê-lo, mas os médicos não conseguiram salvá-lo.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!