Sportbuzz
Testeira
Futebol / COPA AMÉRICA!

No encontro de Messi e Neymar, Argentina faz história, vence Brasil e conquista Copa América

Argentina vence Copa América em cima do Brasil e Messi supera Neymar no reencontro dos craques

Redação Publicado em 10/07/2021, às 22h04 - Atualizado às 22h51

Argentina vence o Brasil e encerram jejum de Messi e também 28 anos sem vencer títulos - GettyImages
Argentina vence o Brasil e encerram jejum de Messi e também 28 anos sem vencer títulos - GettyImages

O Brasil até tentou, mas não conseguiu manter o jejum de 28 anos sem títulos da Argentina. Neste sábado, 10, com um golaço de Angel Di María, a albiceleste venceu a Seleção Brasileira por 1 a 0 e conquistou a Copa América no reencontro de Messi e Neymar. 

Além da conquista histórica da Argentina, o feito também foi importante para o camisa 10 dos argentinos. Com a vitória diante do Brasil, Lionel Messi conquistou o título da Copa América e o seu primeiro com a camisa albiceleste.

COMO FOI O PRIMEIRO TEMPO? 

A primeira etapa entre Brasil e Argentina foi equilibrada. O time de Tite, por ser o mandante e favorito no clássico, tentou assumir um papel de protagonista e buscou ter a posse de bola. Por outro lado, a equipe de Scaloni procurou alternativas diferentes e pressionou os adversários para tentar ter o controle do jogo. 

A Seleção Brasileira apresentou muita dificuldade para conseguir criar jogadas perigosas de gol. O maior problema foi no setor de meio de campo e também a forte marcação dos albicelestes, principalmente em Neymar. O camisa 10 pouco fez nos 45 minutos iniciais e o Brasil sentiu falta de seu principal atleta no setor ofensivo. 

Em todas as finalizações do time canarinho, que foram cinco no total, nenhuma realmeente ofereceu perigo para Martínez. Em todas as elas, a defesa da Argentina se mostrou forte e travou qualquer possibilidade para que Richarlison, Everton ou Neymar tentassem o chute. 

Com a forte marcação em cima do Brasil, os argentinos foram ganhando ainda mais confiança ao longo do jogo. Numa das saídas em velocidade, os visitantes conseguiram abrir o placar no Maracanã. De Paul deu lindo lançamento e achou Di María, que dominou com categoria e conseguiu uma cavadinha para marcar um golaço em Éderson. 1 a 0. 

E O SEGUNDO TEMPO?

Para a segunda etapa, o Brasil voltou ainda mais ofensivo e Tite colocou Roberto Firmino para ter mais uma opção no setor de ataque. A substituição deu um pouco de resultado, pois começou a contribuir com uma maior criação de espaços e também de oportunidades. Por sua vez, a Argentina tentou se defender e diminuiu um pouco o ritmo intenso da pressão na marcação. 

As duas melhores chances da Seleção Brasileira na partida até o início da etapa final saíram dos pés de Richarlison. Na primeira oportunidade, ele fez jogada individual, deixou a marcação para trás, tentou o cruzmento, porém a defesa afastou mal e ele colocou a bola no fundo das redes. No entanto, o VAR flagrou um impedimento e anulou o gol. 

Em seguida, numa jogada pela esquerda, Everton invertou para a direita e achou Richarlison. O atacante apareceu sozinho na direita, invadiu a área e chutou contra a meta de Martínez. O goleio argentino fez uma grande defesa e evitou o que seria o gol de empate do Brasil.

A Seleção Brasileira seguiu em cima da Argentina, Tite arriscou mudanças e colocou para jogo Gabigol e Vinicius Jr para tentar dar mais velocidade contra os rivais argentinos. A pressão foi grande, porém a defesa adversária se manteve firme e complicou os planos do Brasil.

Foi justamente numa jogada de Vini jr com Gabigol, que o Brasil quase conseguiu empatar. O atacante do Real Madrid deixou o craque do Flamengo em ótimas condições e finalizou. Porém, Otamendi colocou o pé e evitou o que poderia ter sido o gol salvador da Seleção Brasileira.

O final de jogo fo eletrizante. Gabigol teve uma chance clara, mas não conseguiu fazer o gol e parou em Martínez. Em resposta, Messi perdeu um gol incrível num contra-ataque, mas não fez diferença para os argentinos. 

QUEM FOI CAMPEÃO?

Desde 1993 sem conquistar um título, finalmente a Argentina conseguiu encerrar o jejum. A equipe, além de acabar com o longo período, também ajudou Messi a levantar o seu primeiro troféu com a albiceleste. Essa foi a décima quinta vez que os "Hermanos" venceram a competição em sua história.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!