Sportbuzz
Testeira
Futebol / O HOMEM CHEGOU!

Messi é apresentado no PSG, fala sobre futuro e previsão de estreia: "Espero que seja o quanto antes"

Messi foi apresentado oficialmente pelo PSG na manhã desta quarta-feira, 11, no Parque dos Príncipes

Redação Publicado em 11/08/2021, às 05h59

Messi durante a coletiva de imprensa de sua apresentação no PSG - Transmissão PSG TV
Messi durante a coletiva de imprensa de sua apresentação no PSG - Transmissão PSG TV

Na manhã desta quarta-feira, 11, às 06h (horário de Brasília), no auditório do Parque dos Príncipes, o PSG organizou a coletiva de imprensa de apresentação de Lionel Messi, o reforço mais aclamado, e esperado pelos torcedores de Paris.

 

Horas antes de Messi aparecer para a entrevista, milhares de torcedores do PSG já aguardavam do lado de fora do estádio, fazendo muita festa, e cantando músicas em homenagem ao craque argentino.

Vale lembrar que a torcida é mais empolgada com a chegada de Messi, e desde domingo, 8, quando rumores indicavam a viagem do jogador, ficaram por horas em frente ao aeroporto esperando por ele.

Messi já havia sido anunciado oficialmente pelo clube parisiense na tarde desta terça-feira, 10, através das redes sociais, como estava sendo esperado, já que ele chegou a Paris durante a manhã de terça, junto da sua família.

Na coletiva, o presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaïfi, também esteve presente, e ao lado de Messi, deu início a coletiva, comemorando essa contratação histórica para o futebol mundial.

"Estou muito feliz por apresentar Messi como jogador do PSG. É um dia muito feliz, histórico para o clube e o futebol. Um momento fantástico para nós. Todos conhecem Leo, único jogador que conquistou seis vezes a Bola de Ouro. Ele torna o futebol mágico, e agora está conosco", disse.

Além disso, o mandatário deixou claro o que o mundo todo já sabe: com Messi, o PSG terá um time imbatível, capaz de conquistar a sua primeira Champions League, e diversos títulos.

"Tenho certeza que muitos troféus virão. Temos um excelente time, excelente jogadores que fazem parte do grupo, um excelente técnico, um dos melhores do mundo", apontou Nasser.

Na vez de Messi, o craque comentou sobre o fato de ter saído do Barcelona apenas há alguns dias atrás, depois de tanto tempo de história por lá. Apesar desse sentimento, o jogador comentou que quando chegou em Paris, se sentiu muito feliz.

Apesar de todos os compromissos oficiais de uma apresentação, Messi quer saber de treinar, e jogar logo. O jogador até disse que queria que a entrevista terminasse logo para que ele pudesse se juntar aos companheiros.

"Todos conhecem minha história, saí do Barcelona dias atrás. Foram muitos anos, e a mudança é difícil, depois de tanto tempo, tanta entrega. Mas quando cheguei em Paris, senti uma felicidade enorme. Quero começar a treinar, que essa apresentação toda passe logo. Estou muito feliz. A vontade de treinar é enorme, de me juntar a meus companheiros", contou o jogador.

Agora com Messi oficialmente contratado, o trio M, M, N, (Messi, Mbappé e Neymar) está formado. Sobre jogar ao lado dos atletas, e novamente com o brasileiro, depois dos tempos de Barcelona, o argentino disse estar honrado.

"Para mim, será uma felicidade gigantesca, poder dividir o dia a dia com jogadores fenomenais, pessoas incríveis. E minha vontade é começar logo a treinar, a competir. Farei isso com os melhores. Isso certamente é maravilhoso. Será maravilhoso viver o dia a dia e aproveitar a companhia deles", apontou Messi.

Quando Messi estreia?

O jogador foi bem sincero em sua resposta, e apesar de estar bem ansioso para começar logo e estar em ação com a camisa parisiense, ele foi realista, e disse que está há um mês parado, e que é provável que tenha que fazer uma pré-temporada sozinho.

"Não sei ainda, acabo de voltar de férias, estava há um mês parado. Ontem falei com o técnico. Acho que vou ter que fazer uma pré-temporada sozinho, treinar para poder jogar. Espero que seja o quanto antes, mas não posso te dar uma data. Não é uma decisão que não é minha. Mas a vontade existe", afirmou.

A saída do Barcelona

Como não poderia ser diferente, o craque foi perguntado sobre sua saída do Barcelona, clube em que atuava desde criança, e rapidamente se tornou ídolo pela sua habilidade impressionante com a bola nos pés.

No último domingo, inclusive, durante a coletiva de despedida, Messi se emocionou muito com a saída da equipe catalã, que apesar de ter feito o que pôde para mantê-lo, esbarrou na regra do Fair Play financeiro da La Liga.

Por conta da forma como foi sua despedida, praticamente sem opções, Messi disse que ficou triste, e que sua história no Barcelona não vai se apagar de um dia para o outro, mas que está feliz e animado com a nova fase no PSG.

"Claro, tudo que aconteceu na última semana para mim foi muito difícil por um lado, emocionante por outro. Não deixo para trás tudo que vivi no Barcelona, tudo não some de um dia para o outro. Mas estou muito feliz por estar aqui, começar essa nova etapa. E agradeço à minha família por estar comigo. E minha semana foi de altos e baixos, muitos sentimentos. A gente foi assimilando isso da maneira possível", revelou.

A Champions

A chegada de Messi no PSG não deixa com que outro pensamento invada a mente dos admiradores do futebol: Champions League. Nos últimos anos, a equipe parisiense investiu pesado em um time competitivo para levantar a orelhuda, mas ainda não deu.

Com Neymar chegando especialmente para levar esse título ao clube, agora com Messi essa realidade começa a ficar mais próxima. No entanto, o argentino sabe como é uma competição dura, mas acredita no trabalho que será feito no PSG.

"Não é fácil. Às vezes, um time excelente, o melhor do mundo, pode não ganhar. Isso é futebol, pequenos detalhes podem te deixar fora de um torneio. A Champions é muito difícil, o PSG sabe disso. Tinha um time excelente e não conseguiu conquistar. É a competição onde os grandes se encontram. Qual a receita? Não sei", disse antes de completar.

"Um grupo forte e unido é fundamental, e sei que no PSG tem isso. E tem que ter um pouco de sorte no futebol. E ela precisa ser conquistada, precisa estar do nosso lado. Mas nem sempre o melhor time ganha, muitos não conseguiram. E por isso a Champions é um torneio tão gostoso de assistir", contou.

A influência de Neymar

Durante o processo de negociação, e até mesmo de especulação, estava nítido que Neymar era um dos principais articuladores para que a chegada de Messi acontecesse o mais breve possível no PSG.

Rumores indicavam que o brasileiro havia oferecido diversas regalias ao ex-companheiro de clube, inclusive a camisa 10, para que ele aceitasse a transferência. Quando perguntado sobre a possibilidade de atuar novamente com ele, Messi se disse feliz, e contou que tanto Neymar, como Di Maria e Paredes o ajudaram em sua decisão.

"Tenho certeza que a relação no vestiário será das melhores, vendo os jogadores que tem no time. Isso mostra que temos chance, que o objetivo pode ser alcançado em Paris. Nós jogadores buscamos os objetivos em cada time, e agora somando força, tomara que consigamos. Mas claro que foi bom. Ney, Di María, Paredes, são amigos, jogadores que já conheço. Tive contato, conversamos. Eles fizeram muito para que eu escolhesse esse clube", revelou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!