Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » EITA!

Messi duvida da volta de Neymar ao Barcelona e justifica: "Não há dinheiro"

Craque argentino ainda criticou o presidente Bartomeu pela saída de Suárez

Redação Publicado em 27/12/2020, às 19h16

Messi duvida da volta de Neymar ao Barcelona e justifica
Messi duvida da volta de Neymar ao Barcelona e justifica - GettyImages

Neste domingo, 27, Messi concedeu entrevista ao jornalista Jordi Évole, no canal "LaSexta" de uma forma praticamente nunca vista em sua carreira até aqui.

 

O craque do Barcelona abriu o jogo sobre diversos temais, pessoais e profissionais. O momento de crise e a necessária reconstrução do clube foram pautas em diversas perguntas, sobrando até para Neymar e Suárez.

Por exemplo, o argentino foi perguntado se ficaria no Barcelona caso Neymar fosse contratado na próxima janela, no meio do ano. Sua reação foi rir, pois sabe da dificuldade em que o clube está inserido.

"Vai ser difícil trazer jogadores porque falta dinheiro. Não há dinheiro. Há vários jogadores importantes para voltar a lutar por tudo e por esses jogadores que você tem que pagar caro. Eu ri porque você falou do Neymar, que deve ser caríssimo por tudo o que faz. Para comprar e pelo salário", disse.

O apresentador ainda perguntou qual seria a resposta do craque casoNeymar aceitasse diminuir seu salário.

"E como você paga o PSG pela transferência? Não é fácil, vai ser uma situação difícil para o novo presidente. Terá que ser muito inteligente, organizar tudo e fazer muitas mudanças para que tudo corra bem", analisou Messi.

Além disso, a saída do uruguaio Luis Suárez para o Atlético de Madrid também deixou o camisa 10 furioso com a diretoria do Barça.

"Parece uma loucura o que fizeram com Luis, falando do caso concreto dele, por como fizeram as coisas, por como ele foi embora, e porque saiu de graça pagando-lhe os anos de contrato e o deram a um time que iria lutar pelos mesmos objetivos que nós. Não só o fato de ele ter saído que já era duro, mas também como ele saiu", desabafou.

Na longa entrevista, Messi ainda comentou sobre o desejo de jogar nos Estados Unidos, criticou o presidente Josep Maria Bartomeu e revelou que não negociará com nenhum clube até o fim da temporada, mesmo que possa assinar um pré-contrato a partir de janeiro.

"Sim, pois ouvia dizer: 'Com tudo o que o clube te ajudou, que te salvou a vida...'. Eu sou um agradecido eterno a tudo isso, como disse recentemente eu também amo o clube, amo minha cidade, Barcelona, e sinto que eu também dei tudo ao clube, muitíssimo. E que tudo o que o clube me deu eu ganhei e mereci pelo que fiz. Depois chegou um momento que eu pensava que havia cumprido um ciclo, que precisava de uma mudança, que minha cabeça precisava sair disso tudo, por causa dos problemas que estavam no clube naquela época, por causa do que estava por vir. Eu sabia que iria ser um ano de transição, de novas pessoas, de gente jovem e, como sempre disse, queria seguir lutando por mais títulos, pela Champions, pelos campeonatos e sentia que era o momento de mudar e queria sair e fazê-lo bem. Depois aconteceu toda essa bagunça, o presidente desse momento não quis e começou a filtrar as coisas para me fazer ficar mal e ser o vilão do filme e aconteceu tudo o que aconteceu. Mas eu sigo tranquilo que o que fiz era o que sentia e o que devia fazer nesse momento", criticou o craque.


 
 
 
 
 
 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!