Sportbuzz
Testeira
Futebol / NÃO GOSTOU!

Mesmo com a vitória da Argentina, Messi se irrita com arbitragem brasileira: "Parece que faz de propósito"

Sob o comando de Messi, Argentina superou o Peru por 1 a 0 em partida das Eliminatórias

Redação Publicado em 15/10/2021, às 07h41

Messi com a mão no rosto na partida entre Argentina e Peru pelas Eliminatórias - GettyImages
Messi com a mão no rosto na partida entre Argentina e Peru pelas Eliminatórias - GettyImages

Na noite desta quinta-feira, 14, a Argentina bateu o Peru por 1 a 0, continuando invicta, e na vice-liderança das Eliminatórias, estando cada vez mais perto de garantir a vaga para a Copa do Mundo de 2022. No entanto, o astro do time, Messi, ficou bem incomodado com o árbitro.

Depois da partida, Messi utilizou as redes sociais para reclamar da arbitragem do brasileiro Wilton Pereira Sampaio. Ainda que o craque tivesse coisas para falar, não ficou claro exatamente o motivo do descontentamento, já que foi um jogo com poucas polêmicas.

Inclusive, o lance que poderia render mais discussões, que foi no pênalti do goleiro Emiliano Martínez em Farfan, não impactou o resultado, já que Yotún acabou acertando o travessão.

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Leo Messi (@leomessi)

 

"Mesmo o lance que poderia render mais discussões, o pênalti do goleiro Emiliano Martínez em Farfan, não teve impacto no resultado, já que Yotún acertou o travessão", escreveu Messi.

Porém, essa "rixa" com Wilton Sampaio estaria relacionada já com outros jogos. Em julho deste ano, depois da vitória por 3 a 0 sobre o Equador, na Copa América, o camisa 10 reclamou que Wilton atrapalhou o ritmo da partida.

Além desse confronto, o brasileiro já tinha apitado o confronto entre Argentina 1 e 0 Uruguai, também pela Copa América, duas semanas antes.

O jogo

A Argentina venceu o Peru por 1 a 0 nesta quinta-feira, 14, pela 12ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo. No primeiro tempo, Lautaro Martínez marcou o único gol da partida no Monumental de Núñez.

Yotún teve a chance de igualar o placar para os visitantes, mas desperdiçou um pênalti na etapa final.

Com o resultado, a Seleção Argentina chegou aos 25 pontos e permaneceu na vice-liderança isolada do torneio classificatório para o Mundial de 2022.

Além disso, a equipe comandada por Lionel Scaloni atingiu o 25º jogo de invencibilidade. Já os peruanos caíram para a nona colocação, estacionados nos 11 pontos. A Colômbia, que fecha a zona de classificação direta, tem 16 pontos. 

As seleções voltam a campo no dia 11 de novembro, em horário a ser definido, pela 13ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. A Argentina visita o Uruguai, enquanto o Peru recebe a Bolívia.

O primeiro tempo da partida foi movimentado, com chances criadas dos dois lados, mas com os donos da casa dominantes.

Nos primeiros três minutos, a Argentina chegou com chute cruzado de De Paul após passe de Messi, e com Di María, à esquerda do gol do Peru, depois de outro passe do camisa 10. 

Na primeira chegada dos peruanos, aos cinco minutos, Lapadula cobrou a falta da entrada da área e viu o goleiro Emiliano Martínez espalmar.

A Argentina chegou a balançar a rede aos oito minutos, com Romero, mas o zagueiro estava impedido no cabeceio após cobrança de falta.

Aos 20 minutos, Lapadula recebeu o cruzamento da direita, fez o domínio, mas acabou chutando fraco para a defesa tranquila de Martínez.

Os argentinos voltaram a assustar aos 24 minutos, quando De Paul aproveitou a sobra do corte da zaga adversária e cruzou para Di María, que chutou de primeira para cima do gol.

Aos 28 minutos, Lautaro Martínez estava no ataque argentino e o goleiro Gallese, mesmo dominando mal, chutou a bola para o lado antes da chegada do camisa 22. Na sequência, o arqueiro peruano deu um pisão no tornozelo do atacante, que ficou caído no chão. Nada foi marcado pela arbitragem.

Lautaro abriu o placar aos 42 minutos do primeiro tempo. Após tabela entre Molina e De Paul pela direita, o atacante recebeu o cruzamento e se antecipou à marcação para marcar: 1 a 0.

No primeiro lance perigoso do segundo tempo, aos 17 minutos, Farfán foi lançado em velocidade e acabou derrubado na saída do goleiro Martínez. A arbitragem marcou o pênalti pela falta na área e, na cobrança, Yotún mandou n travessão, desperdiçando a chance de empatar o duelo. 

Sem muita inspiração, a Argentina apenas controlou o resultado.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!