Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » CONSEQUÊNCIA

Meia do Vila Nova é suspenso preventivamente por cinco dias após cuspir na bandeira do Goiás; saiba mais!

Alan Mineiro foi denunciado e o Tribunal de Justiça Desportiva julgou o caso

Redação Publicado em 11/03/2021, às 07h08

Alan Mineiro cuspindo na bandeira do Goiás durante a partida
Alan Mineiro cuspindo na bandeira do Goiás durante a partida - Transmissão TV Anhanguera

A atitude de Alan Mineiro, do Vila Nova gerou uma consequência complicada para ele e também para o clube.

Segundo informações obtidas em primeira mão pelo jornal "O Popular", o Tribunal de Justiça Desportiva de Goiás (TJD-GO) suspendeu preventivamente o jogador por cinco dias depois de ele cuspir na bandeira do Goiás, no último domingo, 7.

O jogador Colorado foi denunciado na manhã desta quarta-feira, 10, e o pedido inicial do procurador Marcus Vinícius Mafia Vieira era de suspensão preventiva por 30 dias.

No entanto, na parte da tarde, Milton de Souza Bastos Júnior, presidente do Tribunal, decidiu por cinco dias de gancho e cobrou urgência na realização do julgamento, ainda sem data marcada.

Com a suspensão decretada, Alan Mineiro está fora do jogo do Vila Nova contra o Iporá, que acontece neste sábado, 13, às 15h30 (horário de Brasília), no estádio Olímpico, pela 4ª rodada do Campeonato Goiano.

O clube não vai recorrer da decisão.

Na sentença provisória, o presidente cita que o fato de AlanMineiro não ter recebido nenhuma punição na partida o fez acatar o pedido de suspensão preventiva.
 
"Tendo em vista as circunstâncias em que se deram os atos imputados ao atleta, este sequer sofreu qualquer punição na própria partida, de molde que, caso não se aplique a suspensão preventiva, poderá participar da próxima partida, mesmo diante de imputações tão gravosas. O descrédito da Justiça Desportiva e a sensação de impunidade certamente repercutirão de forma negativa, de forma que, ao menos até o colegiado decida o mérito, parece-me de rigor a suspensão do atleta".
 

Na denúncia, o procurador do TJD-GO deu ênfase ao histórico de violência entre as torcidas de Goiás e Vila Nova e considera que a atitude de Alan Mineiro pode gerar atrito entre Esmeraldinos e Colorados.

Além de AlanMineiro, outros três membros da delegação do Vila Nova e também o próprio clube foram denunciados pela Procuradoria.

No caso do Vila Nova, a agremiação foi denunciada por deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir: desordens em sua praça de desporto; invasão de campo; lançamento de objetos no campo.

A pena prevista é de multa de R$ 100 a R$ 100 mil.


 

 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!