Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Matías Viña revela busca por psicóloga após expulsão na Recopa; "Sofri muito"

Matías Viña foi expulso em partida que o Palmeiras acabou perdendo o título da Recopa nos pênaltis

Redação Publicado em 02/06/2021, às 08h48

Matías Viña revela sofrimento após expulsão determinante para o Palmeiras - Getty Images
Matías Viña revela sofrimento após expulsão determinante para o Palmeiras - Getty Images

Um dos principais laterais que o Palmeiras já teve em muitos anos, Matías Viña revelou ter sofrido com expulsão na final da Recopa contra o Defensa y Justicia. O jogador, que foi extremamente importante na última temporada, acabou recebendo o cartão vermelho após receber uma falta e revidar o anti-jogo com um pontapé nas costas do adversário.

Essa foi a primeira expulsão do jogador na carreira, mas foi determinante para o resultado da partida, já que o Palmeiras acabou ficando com um a menos durante todo segundo tempo e durante a prorrogação também. 

Em entrevista à Rádio Sport, o lateral-esquerdo do Verdão, comentou sobre o ocorrido na partida.

"Estou trabalhando com uma psicóloga. Depois de ter sido expulso na Recopa, sofri muito porque foi o primeiro cartão vermelho da minha carreira, aprendi muito com isso e com as finais que perdemos: perdi a supercopa contra o Flamengo, a Recopa contra o Defensa y Justicia e, faz uma semana, perdemos o Paulista. São quedas fortes, claro que sempre é preciso seguir em frente e estou trabalhando nisso", falou  Viña.

Em virtude do cartão vermelho, Viña foi julgado e recebeu três jogos  de suspensão em partidas da Conmebol, o que fez com que perdesse grande parte da fase de grupos da Libertadores de 2021. Sua ausência deu lugar a boas atuações de Victor Luís, que acabou sendo titular durante um bom período, enquanto o uruguaio jogava o Campeonato Paulista junto com o time reserva.

O momento conturbado na temporada acabou afetando o desempenho do jogador, que estava com o psicológico abalado. Além disso, Viña falou sobre como o tratamento tem o ajudado.

"Não sou muito de falar, sou bastante reservado. Sempre tentava resolver os próprios problemas que eu tinha e isso me fazia mal. Guardava muitas coisas e sentia dentro de campo, levava os problemas extra futebol para o campo. Já falava com minha namorada e minha mãe, mas me incentivaram a procurar uma psicóloga e está indo muito bem", revelou.

Convocado para disputar as Eliminatórias Sul-Americanas pelo Uruguai, o lateral de 23 anos deixou claro com expulsão e as finais perdidas na temporada, o impactaram.

"Devemos continuar neste caminho de limpar a cabeça e trabalhar mentalmente para os jogos porque, sinceramente, não gostava de futebol como antes daquela expulsão e das finais que tinha de perder. O Palmeiras tem me ajudado muito no futebol e a nível pessoal, amadurecer, ser mais um jogador em campo, aprendi isso não faz muito tempo e continuo aprendendo", completou.

O jogador entra em campo defendendo a seleção uruguaia nesta quinta-feira, 3, e na próxima terça-feira, 8, logo, desfalca o Palmeiras nos próximos três jogos. Na ida e na volta da Copa do Brasil contra o CRB, e no confronto contra a Chapecoense pela segunda rodada do Brasileirão, Abel Ferreira deve escalar Victor Luís para a posição.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!