Sportbuzz
Testeira
Futebol / TÓQUIO 2020

Marta pede que novo ciclo não carregue ‘peso’ na seleção: “Deixem as meninas evoluindo com a cabeça boa”

Após eliminação do Brasil nas Olimpíadas, Marta pediu para que continuidade da seleção não tenha ‘peso’ de campanhas passadas

Redação Publicado em 30/07/2021, às 20h29 - Atualizado às 20h30

Marta pede que nova geração não carregue ‘peso’ na seleção - GettyImages
Marta pede que nova geração não carregue ‘peso’ na seleção - GettyImages

Após a eliminação do Brasil, Marta evitou falar sobre sua aposentadoria da seleção feminina em Olimpíadas. A camisa 10 analisou o ciclo da técnica Pia Sundhage e pediu continuidade ao trabalho da sueca.

A Seleção Brasileira foi eliminada nos pênaltis para o Canadá na manhã desta sexta-feira, 30, e caiu nas quartas de final do futebol feminino em Tóquio 2020.

“Estou muito orgulhosa de tudo que a gente viveu aqui. Espero que sim dê continuidade que a Pia possa cada vez mais ter a liberdade de trabalhar com uma margem grande de atletas, que todas tenham oportunidade e que no final ela sempre escolha as melhores para representar nosso país”, disse em entrevista à “TV Globo” após a eliminação.

Marta, que participou de sua quinta Olimpíada, comentou sobre encerramentos de ciclos na seleção e destacou um caminho melhor para a nova geração.

“Acho que elas já estão captando a mensagem que a gente passa constantemente. Porque é um ciclo que vai se fechando e abre outro. A gente não é eterna. A gente não vai jogar a vida inteira. É importante que tenhamos essa consciência e continuemos no caminho e tempo certo para representar a seleção”, concluiu Marta.

A camisa 10 ainda pediu cuidado com a nova geração para que não carregue o peso por campanhas antigas da seleção.

“Eu vivi minha vida inteira tendo que escutar que quando chega em decisões o Brasil não joga. Quem quiser apontar o dedo para mim pode apontar. Mas deixem as meninas continuarem evoluindo com a cabeça boa. (...) Desde o momento que cheguei na seleção a gente carrega isso de ter que mostrar. Mas na cabeça das meninas que é a primeira Olimpíada vai fazer muita diferença. Que elas consigam continuar sem esse peso de ter tido a eliminação. Seleção é assim. São as melhores, ganham as melhores, perdem as melhores e temos que seguir em frente porque esporte é isso”, pediu a camisa 10.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!