Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » JUSTIFICANDO!

Marco Aurélio Cunha se pronuncia após deixar cargo de coordenador na CBF: “Não achei justo”

Dirigente afirmou estar focado no processo de candidatura para presidência do São Paulo

Pedro Ungheria Publicado em 03/06/2020, às 09h08

Marco Aurélio Cunha não faz parte mais da coordenação de Seleções Femininas da CBF
Marco Aurélio Cunha não faz parte mais da coordenação de Seleções Femininas da CBF - Twitter

A cada dia que passa mais se aumenta as especulações envolvendo Marco Aurélio Cunha com a possível candidatura à presidência do São Paulo. No final da tarde da última terça-feira, 2, uma notícia um tanto quanto surpreendente pegou os amantes do futebol de surpresa.

De acordo com um comunicado emitido pelo atual mandatário da CBF, Rogério Caboclo, o então Coordenador de Seleções Femininas não fazia mais parte do cargo. Em suas falas, o presidenciável deixou claro que a decisão aconteceu em comum acordo e teve como base a necessidade de Marco em traçar novos horizontes.

“O Marco Aurélio fez um trabalho admirável no desenvolvimento do futebol feminino, que hoje é uma prioridade dentro da CBF. Fui testemunha de sua competência, dedicação e do seu comprometimento ao longo desses anos de convivência”, disse Rogério.

Após a chuva de elogios, em nome da CBF, Caboclo ainda afirmou que todos os feitos protagonizados pelo ex-coordenador ficarão marcados para sempre na entidade, justamente pelo fato de que ele colocou o futebol feminino como uma prioridade dentro da mesma.

“Sabemos que o Marco tem outros projetos e entendemos conjuntamente que havia chegado o momento dele sair. Fica o meu agradecimento, com a certeza de que suas qualidades pessoais e profissionais ficarão marcadas na Seleção Brasileira Feminina”, completou.

Em uma recente entrevista para o bolo Dona do Campinho, Marco Aurélio deu sua versão sobre a escolha que teve de tomar em sua carreira. Deixando claro que o motivo da saída foi a candidatura a presidência do São Paulo, o ex-coordenador de Seleções Femininas da CBF afirmou que não via como ética a postura de seguir na entidade, mesmo concorrendo à outra posição dentro do futebol brasileiro.

“Não ficaria bem eu estar articulando como pré-candidato do São Paulo dentro da CBF. Por uma postura ética optei por ter isenção e eticamente fazer parte dessa eleição sem constrangimento. Obviamente sempre vou respeitar a CBF, mas lá não posso estar em dois lugares ao mesmo tempo. Era o momento, aproveitando essa parada do futebol. Pra mim seria cômodo ficar. Mas não achei justo. Sendo que haveria uma eleição e eu como candidato ou apoiador”, disse ele.

Por fim, Marco enfatizou a vontade de estar a frente do cargo em uma Olimpíadas, porém, não pode realizar o sonho devido a troca de datas do evento, por conta da pandemia de coronavírus.

“Primeiro acho que cumpri um ciclo grande de cinco anos. Queria fazer Olimpíada mas ficou para ano que vem e sob incerteza. Espero estar como torcedor”, pontuou.


Itens que todo fanático pela Seleção Brasileira vai amar ter

Clique nos links abaixo para comprar os produtos:

1. Álbum de Figurinhas Seleção Brasileira Rússia 2018. A Maior Campeã de Todos os Tempos (+ 10 Envelopes) 

2. Copo Chuteira 370 Ml Jogador Cbf Globimport Transparente 

3. Camiseta Nike Brasil Torcedor Réplica 18/19 

4. A camisa amarela da seleção brasileira

5. Chinelo Slim Brasil, Havaianas, Feminino 

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!