Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » EMOCIONAL!

Marcelo Gallardo revela possíveis armas do River Plate para eliminar o Palmeiras na Libertadores

Treinador destacou o lado psicológico do elenco argentino e reiterou a dificuldade de reverter o placar

Redação Publicado em 11/01/2021, às 17h26 - Atualizado às 18h25

Marcelo Gallardo em ação
Marcelo Gallardo em ação - GettyImages

O River Plate vai ter que se desdobrar nesta terça-feira, 12, no Allianz Parque, para reverter a diferença de 3 a 0 no placar agregado e se classificar para a final da Libertadores. Para que isso ocorra, Marcelo Gallardo revelou algumas possíveis armas que sua equipe pode usar para eliminar o Palmeirasda competição. 

Em entrevista coletiva, concedida nesta segunda-feira, 11, o treinador dos "Millonarios" demonstrou estar ciente com o desafio que terá pela frente. Precisando ganhar o confronto diante do Verdão por quatro gols de diferença, o comandante argentino valorizou a qualidade dos rivais.

"Temos que tentar ser racionais. Creio que é algo ruim quando pensamos que só um mal pode gerar uma ‘grande crise, uma catástrofe, terremotos’ e coisas assim. Na verdade, isso é mentira. Nada disso passa por aqui", disse. 

Ele ainda seguiu afirmando que não existe crise no River Plate: "Trato de ser racional em relação a todos esses anos que venho trabalhando com a minha equipe. Nós estamos sobre um solo sólido, eu não posso permitir que entre aqui isso de ‘crise, catástrofe’, todos esses absurdos que querem atribuir a um resultado no futebol".

Incomodado com a imprensa e também com o resultado da primeira partida, Gallardo revelou quais são as principais armas do River para o jogo desta terça-feira, 12. De acordo com ele, o emocional de sua equipe é o mais importante e tem que estar forte para vencer o Palmeiras. 

"O emocional é muito importante. No futebol, o emocional vai mudando durante a partida, para bem e para o mal. Isso pode ser gerado por uma boa ação, que te impulsiona, e pode ser gerado pelo sentimento de dúvidas, de que as coisas não acontecem. Isso aconteceu no jogo contra o Palmeiras", explicou.  

Marcelo Gallardo prosseguiu seu raciocínio: "Nossa primeira meia hora foi boa, o time jogava, tocava a bola, invertia o jogo, gerava situações de gol. De repente, o emocional passou a ser negativo. O poder que a gente tinha acabou e, quando tentamos recuperar, eles te dão mais uma pancada".

O técnico argentino ainda voltou a projetar a partida diante do Palmeiras e deixou claro qual vai ser a sua estratégia. Além de tentar jogar mais ofensivo e buscar o resultado, Gallardo também quer o seu time mentalmente equilibrado para a decisão na Libertadores. 

"Pro jogo de amanhã, temos que estar preparados para administrar as emoções boas e más, entender que se algo ruim acontece, não podemos perder nossa essência, entrar na loucura ou na confusão. Vamos jogar futebol amanhã, tentar nos impor, precisamos buscar o primeiro gol. Esse é o primeiro desafio. Iremos preparados para isso", finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!