Sportbuzz
Testeira
Futebol / LIBERTADORES!

Mancini revela estratégia para segurar o Atlético-MG na Libertadores

O Atlético-MG empatou com o América Mineiro na Libertadores e Vagner Mancini revelou o que disse para os atletas; confira detalhes da declaração do treinador!

Redação Publicado em 14/04/2022, às 13h31

Vagner Mancini ainda comentou sobre o gol irregular do Atlético-MG na partida - GettyImages
Vagner Mancini ainda comentou sobre o gol irregular do Atlético-MG na partida - GettyImages

Vagner Mancini abriu o jogo sobre a grande atuação contra o Atlético-MG na Libertadores. O treinador do América Mineiro teve apenas um treino para preparar o elenco do Coelho e conseguiu com que os jogadores entendessem o que ele queria para o clássico. Em entrevista coletiva, logo depois da partida no Mineirão, o técnico falou sobre o confronto. 

O América Mineiro vencia o Atlético-MG até os 39 minutos, mas Ademir, em posição irregular fez o gol de empate e o jogo terminou no 1 a 1. Houve muita reclamação sobre a ausência de VAR na Libertadores, mas Vagner Mancini não quis dar muita bola para os erros e optou por destacar o trabalho que foi realizado contra o Galo. 

CANAL - SPORTBUZZ:

Óbvio que quando você toma um gol e depois vê que estava impedido, há um sentimento de revolta, porque você deixa de somar dois pontos. Mas eu prefiro ficar com a grande atuação do América, com o nosso grande jogo", afirmou.

O treinador do América Mineiro foi muitos questionado em relação ao que disse para o elenco antes da partida contra o Atlético-MG. Vagner Mancini revelou que não teve muito tempo para armar o time e treinar. Sendo assim, o técnico contou que apenas conversou com os jogadores e deixou claro o que queria ver de todos ao longo dos 90 minutos. 

América-MG e Mancini
Jogadores do América-MG comemorando o gol diante do Atlético Mineiro na Libertadores (Crédito: GettyImages)

 

"Não tenha dúvida que eu nem falaria que fiz alguma coisa mirabolante para mudar atitude, porque isso não existe. Tive apenas 24 horas, um treinamento. (...) Eles (jogadores) entenderam o que eu queria, que era um time bem compacto, que soubesse que a estratégia era pressionar a partir do momento em que nós sentíamos a armação de jogo do Atlético, para sair bem no contra-ataque", explicou.

"Essa atitude diferente não é só quando tem a bola, mas também sem ela. Nós vimos isso hoje. A primeira linha de marcação, na frente, fez seu papel, tanto que saíram de campo extenuados. Suportaram uma pressão enorme, mas a Libertadores é isso, todos sabem. Eu disse uma coisa para eles que talvez tenha feito diferença. Essa cobrança sobre todos eles é porque eles mesmo se colocaram nessa situação. Passaram por dois adversários difíceis e chegaram à fase de grupos, e na fase de grupos você tem que exigir isso", finalizou. 


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!