Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » PUNIÇÃO DURA

Manchester City inicia defesa de banimento aplicado pela Uefa

Em fevereiro de 2020, clube inglês foi excluído das competições europeias por violar fair play financeiro

Gabriela Santos Publicado em 08/06/2020, às 08h56

Manchester City inicia defesa de banimento aplicado pela Uefa
Manchester City inicia defesa de banimento aplicado pela Uefa - GettyImages

Na manhã desta segunda-feira, 8, o Manchester City iniciou sua defesa no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) contra o banimento de dois anos imposto pela Uefa. Em 14 de fevereiro, o clube inglês foi proibido pela entidade de disputar as competições europeias por violação de regras do fair play financeiro.

Impedir o City dos torneios foi uma decisão da Câmara de Investigação do Comitê de Controle Financeiro de Clubes (ICFC), órgão da Uefa. Portanto, o clube foi excluído das disputadas das temporadas 2020/21 e 2021/22 da Liga dos Campeões e da Liga Europa. Ainda foi aplicada uma multa de 30 milhões de euros.

Por conta da pandemia de coronavírus, a audiência no Tribunal Arbitral do Esporte ocorre por videoconferência. A sessão foi aberta por volta das 4h (horário de Brasília).

À AFP, o secretário-geral do TAS, Matthieu Reeb, afirmou que não se espera uma definição imediata e a decisão da entidade pode ser informada durante o mês de julho. Caso a decisão permaneça contra o City, ainda cabe apelação ao Tribunal Arbitral do Esporte (CAS), na Suíça.

Entenda o caso

No processo, o City foi considerado culpado por ter inflacionado de maneira falsa os valores de seus patrocínios, apresentados à Uefa em um processo aberto depois de documentos vazados pela revista alemã "Der Spiegel", em novembro de 2018.

Os emails vazados pela revista apontavam que o proprietário do Manchester City, Sheik Mansour bin Zayed Al Nahyan, da família que governa Abu Dhabi, estava financiando o patrocínio de 67,5 milhões de libras da camisa, estádio e as divisões de base através da companhia aérea de seu país, Etihad.

Segundo a entidade que rege o futebol da Europa, apenas 8 milhões de libras desse patrocínio na temporada 2015/2016 foram financiados diretamente pela companhia aérea, enquanto o restante veio do veículo da empresa de Mansour para a propriedade do City, o Abu Dhabi United Group.

A punição da Uefa valerá a partir da temporada 2020/21 - ou seja, o City ainda poderá continuar na disputa da Liga dos Campeões neste ano. Como o clube está ocupando a segunda colocação do Campeonato Inglês, zona de classificação para a próxima temporada da Liga dos Campeões, a tendência é que o quinto colocado da Premier League conquiste a vaga.


5 itens essenciais para os torcedores do Manchester City

1- Camisa Puma Manchester City Home 2020 - https://amzn.to/2JdcNwx

2- Mochila G Sport - https://amzn.to/32Fry2K

3- Bola De Futebol Número 5 - https://amzn.to/2o8jIQd

4- Moletom Puma Manchester City Hoodie - https://amzn.to/2qzDYep

5- Porta Tênis com duas divisões - https://amzn.to/2pGSVeo

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!