Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » DESABAFO!

Mãe de vítima da tragédia do Ninho do Urubu se manifesta nas redes sociais: "Está difícil aqui sem você"

Andreia Candido, mãe de Cristhian Esmério, lamentou a morte de seu filho

Lucas Miluzzi Publicado em 21/01/2020, às 15h19 - Atualizado às 15h48

Jovem teve passagens pelas categorias de base da Seleção Brasileira
Jovem teve passagens pelas categorias de base da Seleção Brasileira - Reprodução/Instagram

Andreia Candido, mãe de Christian Esmério, utilizou suas redes sociais para se manifestar e lamentar a morte de seu filho. O garoto estava em entre os dez jovens que faleceram na tragédia do Ninho do Urubu. Na publicação, ela ressalta a saudade que sente diariamente de seu "eterno companheiro".

"Como tá difícil aqui sem vc, sem ouvir o som da sua risada vendo seus vídeos no YouTube. Eu aqui nessa contagem regressiva de chegar a hora da gente se reencontrar. Olha por nós aqui pq tá cada dia mais difícil sem vc aqui.", escreveu em sua conta do Instagram. 

 

No último dia 10 de novembro, de 2019, o Ninho do Urubu amanheceu com a presença inesperada dos familiares de Samuel Thomas Rosa, lateral-direito das categorias de base do Flamengo, que faleceu no incêndio que atingiu parte do CT, no início do ano.

“Estamos aqui em prol da lembrança do nosso Samuel. Trouxemos uma faixa com as fotos dos meninos. Eu sou defensor dos direitos da criança, e Samuel e Christian [também falecido] faziam parte de um projeto social meu, o "Bom de Bola", disse Milton Rodrigues, tio de Samuel ao GloboEsporte.com.

O lateral-direito faleceu aos 15 anos, quando um incêndio atingiu a ala que servia de alojamento para as categorias de base do clube, em fevereiro. Milton afirma que o ato não tem pretensões financeiras e que está sendo realizado em memória das vítimas.

Meu objetivo não é dinheiro aqui, é lembrança. Que o Flamengo se manifeste em termos de homenagens. Podiam pensar em colocar as fotos dos meninos aqui no muro do Ninho, por exemplo”, concluiu.

O clube entrou em acordo com quatro das dez famílias envolvidas na tragédia. Arthur, Athila, Bernardo, Christian, Gedson, Jorge, Pablo, Rykelmo, Samuel e Vitor, todos entre 14 e 16 anos, faleceram no incêndio.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!