Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » SANTOS

Luiz Eduardo, vítima de racismo, visita CT do Santos e conhece elenco

Garoto de 11 anos, que denunciou racismo em partida no interior de Goiás, conheceu o elenco do Peixe e ganhou diversos presentes

Redação Publicado em 23/12/2020, às 16h34 - Atualizado às 16h35

Luiz Eduardo ao lado do presidente do Santos, Orlando Rollo
Luiz Eduardo ao lado do presidente do Santos, Orlando Rollo - Reprodução/ Instagram

Nesta quarta-feira, 23, o Santos recebeu Luiz Eduardo, vítima de racismo durante uma partida de futebol de categoria de base, no CT Rei Pelé. O garoto de 11 anos estava acompanhado da família e foi recepcionado pelos atletas do time profissional e pelo técnico Cuca.

Luiz Eduardo também foi presenteado com produtos oficiais do Santos, além de camisas do time e chuteiras. O garoto foi convidado pelo Peixe para fazer um teste no clube em janeiro.

 

“Luiz Eduardo, o menino que foi vítima de racismo em um teste, chegou ao Santos FC. Ele recebeu todo carinho e atenção do nosso elenco, ganhou camisas oficiais do Peixão, chuteiras dos atletas e muitos produtos licenciados. Tamo junto, Luiz!”, publicou o Santos.

Em suas redes sociais, o atacante Marinho compartilhou imagens do encontro e escreveu uma mensagem de apoio ao garoto.

“Quero desejar todo sucesso ao Luiz e à sua família! Não poderia deixar de agradecer ao Santos por abrir as portas e abraçá-lo neste momento. Isso mostra a grandeza desse clube. Que ele, aqui, possa crescer e se tornar não só um jogador de futebol, mas um cidadão, merecedor de respeito. Seja bem-vindo, meu pivete!”, escreveu o jogador.

 

Além do Santos, Luiz Eduardo, que atua como centroavante no Uberlândia Academy recebeu convites para fazer testes no Fluminense, Cruzeiro, Vasco e Botafogo.

Na última quarta-feira, 16, Luiz Eduardo jogava pela Caldas Cup, em Caldas Novas, Goiás, pelo time sub-11 do Uberlândia Academy. Ele deixou o gramado chorando por ter ouvido ofensas racistas do treinador adversário.

Um boletim de ocorrência foi registrado e o garoto prestou depoimento à Polícia Civil na última sexta sexta. O técnico Lázaro Caiana de Oliveira nega as acusações. Ele está suspenso provisoriamente.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!