Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » A VOLTA DOS QUE NÃO FORAM!

Londrina tem pedido aceito pelo STJD e rebaixamento do clube para a Série C pode não ocorrer

Tubarão alega que o W.O. do Figueirense na 17ª rodada contra o Cuiabá vai contra o regulamento da Série B

Lucas Miluzzi Publicado em 11/12/2019, às 19h13

Clubes disputam judicialmente vaga para permanecer na Série B do Brasileirão
Clubes disputam judicialmente vaga para permanecer na Série B do Brasileirão - Reprodução/PFC

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva anunciou através de seu presidente, Paulo César Salomão Flho, que a entidade aceitou a liminar apresentada pelo Londrina e já entrou em contato com a CBF para que o rebaixamento do Tubarão para a Série C do Brasileirão não seja concretizado.

Dessa forma, fica concluído que haverá um julgamento para analisar uma possível punição ao Figueirense, que na partida contra o Cuiabá, pela 17ª rodada da Série B, não foi a campo e perdeu por W.O para a equipe cuiabana.

O time catarinense não pisou nos gramados como forma de protesto pelo caos político que o clube vivia e por não estar recebendo o salário em dia. Como consequência, o Tubarão pede a perde de três pontos do Figueira na competição.

A perda ocorreria devido pela falta do mecanismo de Fair Play financeiro (atrasos salariais). Caso isso não ocorra, o Londrina pede a exclusão do Figueirense da segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

O presidente do STJD se pronunciou sobre a decisão tomada e pediu uma série de requisitos para que o processo continue em andamento.

"Se oficie à CBF para que, por ora, e até ulterior decisão deste STJD, se abstenha de ultimar a declaração do rebaixamento do LONDRINA EC à Série C do Campeonato Brasileiro", afirmou.

Paulo César Salomão Filho ainda completou sua fala comentando sobre a necessidade de determinar que não seja homologado o caso.

“A necessidade de se determinar que não seja homologado o resultado da competição, ao menos no que tange aos clubes envolvidos na controvérsia, sob pena de não se obter nenhum resultado prático com o julgamento de mérito do processo", finalizou.

Os advogado do Londrina, Paulo Shimitt, pede para que o Tribunal Superior tenha uma posição diferente da primeira decisão tomada a algumas semanas atrás sobre o W.O da equipe catarinense. Na época ela foi multada por três mil reais e sobre os atrasos não houve punição ao clube.

Em relação à falta de pagamento aos jogadores, o Tubarão apresentou os documentos e afirmou que o Figueirense fez acordos ilusórios com os atletas do time. O presidente alvinegro, Francisco de Assis Filho, nega qualquer tipo de falsificaçãopor parte do Figueira que possa gerar uma punição ao clube.

Sobre o W.O, o Londrina se baseia no parágrafo segundo do artigo 203 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala sobre o fato de algum clube "deixar de disputar, sem justa causa, partida, prova ou o equivalente na respectiva modalidade, ou dar causa à sua não realização ou à sua suspensão".


5 itens do seu time do coração que você não pode ficar sem

1- Camisa Adidas São Paulo 2018 - https://amzn.to/31uv12K

2- Livro Maquete 3D Estádio Vila Belmiro - https://amzn.to/2IZ3AaY

3- Mochila Corinthians - https://amzn.to/2psy3ax

4- Caneca com Abridor,  Flamengo - https://amzn.to/31uUJnQ

5- Fone de Ouvido Cruzeiro - https://amzn.to/33GhR4d

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!