Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Libertadores: dirigente do Atlético-MG quebra o silêncio sobre confronto diante do Boca Juniors

Atlético-MG vai enfrentar o Boca Juniors nas oitavas de final da Libertadores da América

Redação Publicado em 01/06/2021, às 15h54 - Atualizado às 16h48

Rodrigo Caetano, do Atlético-MG, abriu o jogo sobre confronto diante do Boca Juniors na Libertadores - Pedro Souza/Atlético Mineiro
Rodrigo Caetano, do Atlético-MG, abriu o jogo sobre confronto diante do Boca Juniors na Libertadores - Pedro Souza/Atlético Mineiro

O Atlético-MG vai ter uma grande pedreira pela frente na Libertadores da América. Melhor campanha da fase de grupos, o Galo vai encontrar nas oitavas de final o Boca Juniors, um dos maiores vencedores da competição e que possui grande tradição no torneio continental.

 

Em entrevista exclusiva para a "ESPN Brasil", Rodrigo Caetano analisou o caminho do Galo na Libertadores. O dirigente do Atlético-MG comemorou o fato do time ter sido sólido na primeira fase do campeonato e afirmou que neste momento da competição não é possóvel escolher os adversários. 

Caminho pesado por conta da competição que é pesada. Sabemos que Libertadores não temos que escolher. Aquilo que dependia do Galo fizemos. Primeira fase sólida, melhor campanha. Não controlamos o sorteio, não podemos escolher adversários. No nosso caminho estão gigantes, camisa pesada por pesada, como a nossa, os prognósticos ficam divididos", afirmou. 

Ele ainda comentou sobre o confronto diante do Boca Juniors na Libertadores: "O que podíamos fazer, fizemos. Um confronto de cada vez, estratégia correta. Primeiro jogo na Argentina e levar para BH. Dificilmente uma equipe chega a uma final sem encarar grandes camisas. Vamos nos preparar, posso te afirmar, para o torcedor também, para no dia 14 de julho retomarmos a competição como terminamos”.

Além disso, Rodrigo Caetano também destacou o restante do caminho do Atlético na Libertadores. Caso o Galo passe pelo Boca Juniors, a equipe comandada por Cuca poderá ter pela frente o River Plate, antigo clube de Nacho Fernández. Em relação ao argentino, o meio-campista comentou sobre enfrentar times de sua terra natal e brincou com ele. 

Estamos em Belém para o jogo da Copa do Brasil. O Nacho ainda não falei com ele, mas ele é acostumado com esse tipo de confronto. Se passarmos, podemos encarar o River. Não tem para onde fugir, são grandes clubes, camisas, históricos vencedores. O Galo é um deles”, finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!